Monday, 30 de November de 2020

JUSTIÇA


OAB

Novos conselheiros federais da OAB-TO tomam posse em Brasília

01 Feb 2016

Em cerimônia em Brasília, a OAB (Ordem dos Advogados do Brasil) empossou, em eventos na noite deste domingo, 31 de janeiro, e manhã de segunda-feira, 1º de fevereiro, os 81 conselheiros federais (três por Estado e três pelo Distrito Federal) para o mandato 2016-2018. Entre os empossados, estavam os três da OAB-TO: os advogados José Alves Maciel (Kita Maciel), André Francelino Moura e Pedro Donizete Biazotto. Os três suplentes deles serão: Nilson Antônio Araújo dos Santos, Solano Donato Carnot Damacena e Adilar Daltoé.

Na cerimônia de posse, os conselheiros já escolheram a nova direção nacional da OAB, elegendo o advogado gaúcho Claudio Pacheco Prates Lamachia como presidente do Conselho Federal da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB). Agora, Lamachia, que esteve em Palmas na quarta-feira, 27 de janeiro, para prestigiar a posse da nova diretoria da OAB-TO, comandará a instituição que reúne 945 mil advogados em todo o País nos próximos três anos.

O evento de posse contou com a presença do presidente da OAB-TO, Walter Ohofugi, da vice-presidente Lucélia Sabino, do diretor-tesoureiro Ildo Cótica e da secretária-geral-adjunta Graziela Reis.

A votação, que se deu com chapa única, ocorreu em sessão solene do Colégio Eleitoral, formado pelos conselheiros federais eleitos para o triênio 2016-2019. O voto é individual e secreto. A sessão foi conduzida pela decana do Conselho Federal, Cléa Carpi da Rocha.

 
Lamachia

A chapa encabeçada por Lamachia obteve 80 votos dos 81 votos possíveis. Em seu discurso, o novo presidente disse que é urgente reafirmar a importância da OAB e da advocacia no Brasil. "É momento de dizermos que a OAB não faltou à sociedade no passado, não falta no presente e não faltará no futuro", asseverou.

"Advocacia está sendo testada como nunca e temos que dar resultado. Conquistamos com enfrentamento legislativo inúmeras conquistas que fortaleceram exercício profissional de cada um. Não canso de dizer que sem advocacia não há liberdade, sem liberdade não há democracia, sem democracia não há cidadania. Colegas advogados, quero dizer da honra que tenho de exercer esta profissão libertária, que defende honra, patrimônio, liberdade e a vida das pessoas", discursou.

Agradecendo ao presidente Marcus Vinicius Coêlho, de quem foi vice, Lamachia relembrou sua trajetória até a eleição, sendo dirigente da Seccional gaúcha por dois mandatos. Também agradeceu à sua família e colegas, dizendo assumir com honra e responsabilidade o cargo.
"Falando com a razão, mas também com coração, dizer que a gratidão é a memória do coração, quero dizer que gratidão é dívida que não prescreve e serei eternamente grato a todos. O primeiro agradecimento é ao presidente Marcus Vinicius. Iniciamos esta trajetória como amigos e hoje somos irmãos. Juntamente com nossos diretores, fomos incansáveis nesses três anos. Hoje iniciamos segunda metade desta gestão", saudou.

O novo presidente afirmou também que a OAB estará, mais do que nunca, atenta aos anseios da sociedade, em uma cruzada contra a corrupção e o mau uso das verbas públicas. "A OAB não deixará, de maneira alguma, de lutar por um novo patamar ético na política brasileira e cobrará do governo e do Congresso medidas efetivas no combate ao fisiologismo e as concertações de gabinetes. Sem bandeiras partidárias, defendendo o interesse da sociedade e respeitando a Constituição, estaremos mais atentos e atuantes do que nunca. É o que a sociedade espera de nós. Esse é o nosso compromisso", prometeu Lamachia.

Conforme determina o Estatuto da Advocacia e o Regulamento Geral da OAB, participaram da votação os 81 conselheiros federais – representando os 26 estados e o Distrito Federal.

Compõem também a chapa eleita para o triênio 2016/2019 Luis Cláudio Chaves (MG) como vice-presidente; Felipe Sarmento (AL) como secretário-geral; Ibaneis Rocha (DF) como secretário-geral adjunto; e Antonio Oneildo Ferreira (RR), que permanece na função de diretor-tesoureiro.

COMPARTILHE:


Confira também:


Covid-19

Tocantins contabilizou 164 novos casos confirmados da Covid-19

Atualmente, o Tocantins contabiliza 257.890 pessoas notificadas com a Covid-19 e acumula 81.632 casos confirmados. Destes, 74.068 pacientes estão recuperados, 6.400 pacientes seguem em isolamento domiciliar ou hospitalar e 1.164 pacientes foram a óbito.




  Blogs & Colunas



Entre nós

Virgínia Gama


Arquitetura & Design

Riquinelson Luz


Vida Plena

Valquiria Moreira


As Tocantinas

Célio Pedreira