Monday, 16 de September de 2019

JUSTIÇA


Operação Catarse

Polícia Civil indicia duas assistentes parlamentares no Norte do Estado

09 Jul 2019    13:46    alterado em 09/07 às 13:46
Dennis Tavares Polícia Civil indicia duas assistentes parlamentares no Norte do Estado

A Polícia Civil do Tocantins indiciou, no Norte do Estado, duas servidoras da Assembleia Legislativa pelos crimes de peculato e falsidade ideológica.  O indiciamento acontece em procedimento instaurado no curso da Operação Catarse.

Segundo o delegado Bruno Boaventura, uma das servidoras é lotada em gabinete de parlamentar desde 2015, em função administrativa em que há a necessidade de prestar serviços na Capital, porém ela reside em Araguaína. “Também nas investigações identificamos que a chefe de gabinete isentava a servidora nas folhas de ponto em Palmas”, afirmou.

Ainda de acordo com o delegado, a servidora teria afirmado que prestava serviços parlamentares em Araguaína. “Porém, durante o interrogatório, não soube especificar a função administrativa do cargo ao qual estava investida”, ressaltou. Os valores utilizados para pagamento de salários das servidora ultrapassam a casa dos 230 mil reais.

COMPARTILHE:


Confira também:


Alerta

Brasil tem 16 estados com surto ativo de sarampo; Tocantins está fora da lista

O último boletim aponta que são 24.011 casos suspeitos no país, sendo que 17.713 (73,8%) estão em investigação e 2.957 (12,3%) foram descartados.

Turismo

Ayres quer debater turismo e preservação do Jalapão em audiência pública

No requerimento, o parlamentar solicita a presença dos órgãos estaduais para que possam unir forças e atuações em prol do desenvolvimento sustentável e ambiental correto da atividade turística na região.




  Blogs & Colunas



Entre nós

Virgínia Gama


Arquitetura & Design

Riquinelson Luz


Vida Plena

Valquiria Moreira


As Tocantinas

Célio Pedreira