Friday, 15 de November de 2019

JUSTIÇA


Saúde

Vistoria da DPE encontra, na Sala Vermelha do HGP, 19 pacientes que deveriam estar na UTI e UCI

17 Oct 2019    11:17    alterado em 17/10 às 11:17
DPE-TO Nusa / Divulgação  Vistoria da DPE encontra, na Sala Vermelha do HGP, 19 pacientes que deveriam estar na UTI e UCI

Um idoso está deitado em uma maca e um pacote de fraldas é usado por ele como apoio para a cabeça; esse e outros 18 pacientes – muitos com mais de 60 anos – deveriam estar em leitos de Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) ou de Unidade de Cuidados Intensivos (UCI) devido à situação de saúde que se encontram, porém, estão em uma sala de emergência denominada “Sala Vermelha”, em meio à superlotação. Esse foi o cenário encontrado pelo Núcleo de Defesa dos Direitos da Saúde (Nusa), da Defensoria Pública do Estado do Tocantins (DPE-TO), em vistoria realizada no Hospital Geral de Palmas (HGP).

 

A situação do paciente apoiando a cabeça em um pacote de fraldas é desoladora, mas há outros casos ainda mais graves, como o do paciente diagnosticado com tumor cerebral. A vistoria foi realizada na quinta-feira, 10. Nesta quarta-feira, 16, o Nusa foi informado que o paciente faleceu.

 

Ainda na Sala Vermelha, foi detectado um idoso que sofreu fratura no crânio, passou por cirurgia para a drenagem do hematoma e deveria estar na UTI, que não tem leitos disponíveis.

 

“Segundo os profissionais presentes no local, a situação do setor está insustentável”, consta no Relatório da vistoria realizada pelo coordenador Nusa, defensor público Arthur Luiz de Pádua Marques. “(...) devido a esse quadro caótico não há resolutividade dos pacientes ali internados, (...).  

 

Na UTI

Na quinta-feira, 10, a informação no HGP é que a falta de insumos estava impedindo a realização da cirurgia cardíaca de urgência de um paciente de Barrolândia, município localizado a 105 km de Palmas, que aguardava o procedimento desde o último dia 6. Na UTI, ele esperou pelo procedimento sob risco de morte, mas não sobreviveu à espera. “Ele estava lúcido, acordado, mas faltava material”, disse o Defensor Público, que esteve com o paciente.

 

No momento da vistoria, foi informado que a falta de anti-hipertensivo oral está retardando o processo de alta dos pacientes internados na UTI, impedindo, com isso, que outros pacientes possam acessar os leitos da Unidade de Tratamento Intensivo.

 

Foi relatada a falta dos medicamentos Enalapril (utilizado no tratamento da hipertensão e em casos de insuficiência cardíaca) e Sinvastatina (indicado para pacientes sob alto risco de doença coronariana ou já diagnosticado com a doença), assim como a falta de materiais, a exemplo de cateter nasal tipo óculos.

 

Também foi constatada a ausência de medicamentos anti-hipertensivos como Hidralazina EV/VO e Hidroclorotiazida, máscaras de nebulização, cateter para hemodiálise, cadeiras de rodas, macas e principalmente, aspiradores de parede, tendo apenas um aspirador para todos os pacientes.

 

Fila na Neurocirugia

A Defensoria Pública foi informada que 35 pacientes estão na fila de neurocirurgia, sendo extremamente necessário o aumento de mais uma sala cirúrgica para que o trabalho seja realizado com mais eficácia, o que consequentemente, diminuiria o fluxo na espera.

 

Falta de Pessoal

Conforme o Relatório, a diretoria do HGP informou que, para suprir parcialmente as inconformidades constatadas, faltam em torno de 200 técnicos de enfermagem, 80 enfermeiros, cinco funcionários para o almoxarifado e cerca de 80 funcionários para a limpeza.

COMPARTILHE:


Confira também:


Serviço

Governo, por meio do Sine, orienta trabalhadores para habilitar a Carteira de Trabalho Digital

Para acessar a Carteira de Trabalho Digital é necessário obter a senha de acesso no Acesso.gov.br. Para aqueles que não possuem a senha, poderão adquiri-la através do Aplicativo da CTPS Digital, ou clicando no link a seguir Acesso.gov.br

Atividade física

Parque do Cantão combina saúde e natureza em Caminhada Ecológica

Caminhada Ecológica incentiva atividade física para crianças e gestantes nas trilhas da Unidade de Conservação com intuito de promover melhoria da qualidade de vida


MonitoraEA

Tocantins participa do lançamento da plataforma MonitoraEA em Brasília

Plataforma MonitoraEA uma ferramenta digital que irá facilitar o monitoramento e a avaliação de políticas e projetos de Educação Ambiental existentes em cinco regiões do Brasil


TJTO

Com mais de 5 mil pessoas atendidas, Semana Nacional da Conciliação no Judiciário tocantinense supera os R$ 5 milhões em acordos

Concentrando maior número de atendimentos, o 1º grau realizou 1.975 audiências (processuais e pré-processuais) nas quais foram celebrados acordos que alcançaram R$ R$ 4.804.679,69. Já o 2º grau obteve acordos cujos valores chegaram a R$ 272.300,00.


Parceria

Governo e municípios da região norte assinam termos de ação do Programa de Erradicação do Trabalho Infantil


Mudanças

Ronaldo Dimas assume comando do Podemos no Tocantins


Infraestrutura

Governo do Tocantins recupera estrutura de ponte incendiada na TO-387


Moradia

Beneficiários do Recanto das Araras I conhecerão novo endereço nesta quinta, 14


Investimento

Governo anuncia investimento de R$ 1,7 milhão para desenvolvimento científico e tecnológico do Tocantins


Investimentos

Prefeitura investe em 120 dias R$ 7 milhões em avenidas e quadras das Arnos e Arnes



  Blogs & Colunas



Entre nós

Virgínia Gama


Arquitetura & Design

Riquinelson Luz


Vida Plena

Valquiria Moreira


As Tocantinas

Célio Pedreira