Sunday, 22 de July de 2018

Sunday, 22 de July de 2018

OPINIÃO


Ciência e Tecnologia

Diretor de Tecnologia da Informação

14 Dec 2017

A tecnologia da informação e comunicação (TIC) é o vaso comunicantes das organizações. Além de repositório, a TIC tem inúmeros desafios cuja finalidade é manter o relacionamento entre as unidades organizacionais e entre a organização e os componentes ambientais de forma equilibrada. E relacionamento equilibrado é sinônimo de conhecimento simultâneo daquilo que precisa conhecer e responder no tempo certo às ações internas e externas. Além disso, essa tecnologia precisa abrir caminhos para as expansões comunicacionais futuras, ainda que o futuro seja alguns minutos depois ou anos no futuro. O diretor de TIC é um profissional de raciocínio multinível e multifuncional, especialmente em negócios e técnicas de resolução de problemas. Este artigo tem como objetivo descrever a função do diretor de TIC nas organizações de ciência e tecnologia.

Para que se compreenda a função do diretor de TIC é necessário que se compreendam dois aspectos organizacionais. O primeiro é que toda organização é uma coleção de processos. Processos são sistemas de produção, o que significa serem organizados em etapas, com início, meio e fim, e que, ao final da execução da última etapa do processo, um  produto deverá ser materializado. Por exemplo, o processo de lançamento de notas fiscais no "Contas a Pagar" é feito em etapas que, ao final da última etapa, o produto final obtido é o "Registro Realizado". Esse produto final, por sua vez, dará início a outros processos, como o processo de pagamento, processo de inventário, processo de armazenagem e por aí vai.

Como coleções de processos, as organizações têm seus resultados dependentes do grau de eficiência com que esses processos funcionam e se comunicam. Conhecer os processos atuais e prever os seus desdobramentos futuros são um dos desafios cotidianos dos diretores de TIC das organizações de ciência e tecnologia, principalmente porque precisam dar respostas rápidas e precisas para as suas demandas internas e externas. Como a eficiência interna influencia no relacionamento da organização com os componentes do seu ambiente de ação, é necessário, portanto, que sejam conhecidos os canais de interação atuais e os do futuro da organização com o seu exterior, outro desafio dos diretores de tecnologia de informação e comunicação.

O segundo aspecto é a compreensão prática de outra área aparentemente distante da TIC: o marketing. O papel do marketing em todo tipo de organização é identificar e suprir necessidades. Todo profissional de marketing é treinado em sua acuidade para perceber problemas e aperfeiçoadas suas habilidades e conhecimentos para solucionar esses problemas. Como todo integrante de qualquer organização precisa dessas duas competências, isso deve também estar presente no seu executivo tático principal, o diretor de TIC.

Sob essa ótica, o diretor de TIC perceberá que seus clientes não são apenas os que estão abarcados pelas fronteiras de sua organização, mas também todas aquelas com que mantém ou venha a manter relação. É preciso prever, desenhar, esquematizar esses relacionamentos para que eles sejam feitos da forma mais adequada possível. E identificar essas necessidades é o primeiro passo para que o relacionamento possa ser proposto e, caso seja viável, implementado. O diretor de TIC, portanto, se transforma no cérebro comunicacional inter organizacional e exímio colaborador no suprimento de necessidades internas de sua organização pelas suas habilidades em identificar e suprir necessidades das organizações de seu ambiente de atuação. Noutras palavras, ao auxiliar na solução dos outros, a grande beneficiária é a organização de responsabilidade do diretor.

O diretor de tecnologia da informação e comunicação de um instituto de pesquisa fez um levantamento das principais necessidades dos clientes de sua instituição. Descobriu que um estava com sérios problemas de controle financeiro, outro não dispunha de uma carteira de clientes confiável, enquanto um terceiro não conseguia acompanhar o que seus servidores produziam. Mapeou os problemas, em esquemas de causa-efeito, e construiu esquemas para anular cada uma dessas causas, cliente por cliente, dando atenção especial sobre como esses problemas identificados em seus clientes repercutiam na organização sob seu comando.

Testou de forma simulada a solução encontrada para cada um dos problemas que afligia seus clientes e depois apresentou a cada um deles. Mostrou os resultados alcançados com as simulações e propôs um teste real nas atividades cotidianas de seus clientes, o que foi aceito. Em pouco tempo as soluções foram adotadas. Para surpresa do nosso diretor, a solução dos problemas dos seus clientes causou uma série de benefícios para a sua organização, desde a elevação de receitas até redução de custos, culminando com a satisfação dos clientes e o ganho de vários outros.

As organizações não existem sozinhas, isoladas de contexto e de suas áreas de atuação. As organizações são pequenas engrenagens de um mecanismo maior, chamado de ambiente de atuação ou ambiente externo. Quando uma organização não funciona direito, seu desfuncionamento também é sentido no ambiente externo, contribuindo, de alguma forma, para sua desorganização. É necessário, portanto, percepção e ação panorâmica da organização internamente, da mesma forma que o é externamente.

Sem prejuízo da analogia, o diretor de tecnologia da informação e comunicação das organizações de ciência e tecnologia é uma espécie de Jano da modernidade. Da mesma forma que o deus grego, precisa ter o olhar voltado para o passado que molda o presente da sua organização, mas é necessário que tenha uma visão nítida do futuro, que é a consequência das ações do presente. E essa divindade precisa ser colocada em prática todos os dias, da mesma forma como é necessário que façam todos os executivos da organização.

*Daniel Nascimento-e-Silva, PhD
Professor e Pesquisador do Instituto Federal do Amazonas (IFAM)

COMPARTILHE:

O que você achou da notícia?

10

PARABÉNS!
PARABÉNS!

11

BOM
BOM

10

AMEI!
AMEI!

10

KKKK
KKKK

9

ENGRAÇADO
ENGRAÇADO

9

Ñ GOSTEI
Ñ GOSTEI

4

CREDO!
CREDO!

Comentários

comments powered by Disqus


Confira também:


Viver

Aulões gratuitos de dança animam Parque Cesamar neste fim de semana

As aulas serão oferecidas pelos professores de dança Aline Freitas e Marcos Paulo Barros, da Athletica Fitness Center.


  Blogs & Colunas


TiViNaLili

Lili Bezerra


Entre nós

Virgínia Gama


Arquitetura & Design

Riquinelson Luz


Vida Plena

Valquiria Moreira


As Tocantinas

Célio Pedreira