Thursday, 09 de July de 2020

OPINIÃO


Opinião

Impasse: Falta de diálogo resulta em guerra entre poderes Executivo e Legislativo

15 Aug 2019
Divulgação Impasse: Falta de diálogo resulta em guerra entre poderes Executivo e Legislativo Prefeita Cinthia Ribeiro em época de harmonia com o parlamento.

Em outros artigos falei da fragilidade e inexistência de diálogo enfrentado pela prefeita Cinthia Ribeiro (PSDB) com seus assessores e apoiadores. A reclamação sempre foi unânime quando o assunto é diálogo de secretários e vereadores que tem dificuldade em ter acesso a prefeita. A falta de abertura e acolhimento por parte da chefe do executivo tem provocado fissuras dentro do Paço e fora dele. A prova disso está sendo a guerra travada entres os poderes nos últimos dias que dificulta a aprovação de matérias de interesse popular. Tudo começou quando o parlamento deixou vencer duas Medidas Provisórias do município se posicionando contrário a criação da Secretaria de Regularização Fundiária e da transferência da organização das feiras da Secretaria de Desenvolvimento Rural (SEDER) para a Secretaria de Desenvolvimento Econômico (SEDEM). Com a não apreciação e votação das matérias, a Secretaria de Regularização Fundiária deixou de existir.  

As rusgas que vem sendo alimentadas desde a posse de Cinthia teve seu ponto alto essa semana com críticas da prefeita ao parlamento, pelo Twitter, e revidada pelo agora ex-aliado Milton Néris (PP), que divulgou vários áudios no WhatsApp tecendo duras críticas a prefeita. Nos áudios Neris fala que é prerrogativa do parlamento decidir ou não se as MPs devem ser convertidas em Lei. Em outro áudio o parlamentar sugere que a prefeita pare de “mi mi mi” e saia das redes sociais para dialogar cara a cara com os vereadores.  A reação da prefeita foi imediata. No Twitter Cinthia disse que foi vítima de “machismo” e “assédio moral” por parte do ex-aliado Néris. Antes de toda confusão, o secretário de Governo Carlos Braga visitou a Câmara Municipal e conversou com os vereadores, mas a reunião foi improdutiva.  

Desentendimentos à parte, quem sai perdendo com toda essa confusão é a população que paga impostos e espera postura coerente por parte dos seus representantes. Nesse jogo de intrigas e de disse não disse perde a economia de Palmas e consequentemente o cidadão. É chegada a hora de aparar as arestas e iniciar um diálogo que ponha fim ao impasse. As “promessas não cumpridas” ditas por alguns parlamentares pode expor arranjos não muito republicanos. Se não falam quais são todos os motivos que levaram a esse desentendimento fica evidente inúmeras interrogações.

A melhor saída para resolver é o diálogo. A prefeita Cinthia Ribeiro cometeu vários erros desde que assumiu e um deles foi justamente formar seu pelotão de frente por pessoas sem conhecimento algum da realidade de Palmas. Nos últimos meses observamos que além de perceber que cometeu esses erros, está agora procurando corrigi-los. Se pretende realmente caminhar para a reeleição, a prefeita precisa quebrar a grande redoma que a protege e pela primeira vez fazer o contato corpo a corpo não somente com o povo nas feiras e ruas, mas com todos os vereadores e secretários. Se a prefeita tiver a humildade de romper essa barreira criada por ela mesma ou por assessores mais próximos, desde que assumiu o comando da capital, certamente dará o primeiro passo em direção ao acerto. Enquanto isso a população segue aguardando resposta e solução para o impasse.

(Por Wibergson Gomes). 

COMPARTILHE:


Confira também:


"Guerra Justa"

Polícia Civil do Tocantins deflagra 2ª fase da Operação Guerra Justa

Estão sendo cumpridos oito mandados de prisão preventiva e quatro de busca nos estados do Pará, Maranhão e Pernambuco.

Pandemia

Tocantins tem 439 novos casos da Covid-19

Atualmente, o Tocantins apresenta 13.440 casos no total, destes, 8.517 pacientes estão recuperados, 4.690 pacientes estão ainda em isolamento domiciliar ou hospitalar e 233 pacientes foram a óbito.



Biodiversidade

Tocantins inicia monitoramento do período reprodutivo 2020 do Pato mergulhão no Jalapão

O Governo do Tocantins tem o compromisso de cumprir o calendário de monitoramento da espécie, firmado com o Plano de Ação Nacional para a Conservação das Espécies Ameaçadas de Extinção ou do Patrimônio Espeleológico (PAN/ICMBio)


Covid-19

Governador vistoria instalações de hospital contratado para atender pacientes da Covid-19

Pavilhão contratado pelo Governo do Tocantins conta 10 Unidades de Terapia Intensiva (UTI) e 60 leitos clínicos


Meio Ambiente

Governo do Tocantins suspende autorização para queima controlada até novembro

Portaria foi publicada no último dia 7; o aumento dos riscos de incêndios causado pela baixa umidade do ar, aumento da temperatura média no Estado e vegetação seca com grande potencial de queima são as justificativas para a proibição do uso do fogo no mane


Aprovação de Matérias

Assembleia encerra primeiro semestre após diversas matérias aprovadas


Paraído do TO

Bombeiros militares atuam em combate a incêndio em carga de madeira na BR-153


Desempenho

Tocantins alcança segundo lugar no ranking de monitoramento da Agência Nacional de Águas


Cultura

Prazo para cadastro de eleitores e candidatos ao Conselho de Cultura termina na sexta


Campus Party

Norte Agropecuário será apresentado em evento com participação de referências mundiais no debate da transformação tecnológica


Cronograma

Prevenção contra incêndios florestais para este ano está na fase final



  Blogs & Colunas



Entre nós

Virgínia Gama


Arquitetura & Design

Riquinelson Luz


Vida Plena

Valquiria Moreira


As Tocantinas

Célio Pedreira