Wednesday, 21 de November de 2018

OPINIÃO


Opinião

Para de roubar no jogo, enfrente a vida!

21 Nov 2012

A maioria de nós se encontra à deriva, sendo levado, arrastado e devolvido pela correnteza, apesar de imaginarmos estar com algum controle sobre nossas vidas. O por quê?

Salvo magnanimidade excelsa de iluminados seres que se conectam a grande força, a maioria de nós, em formato mais realista de vida, ocidental e capitalista, costuma viver e sofrer diariamente.

O mesmo parece se conectar com o fato de estarmos a criar expectativas de sucesso nos projetos que obtusamente elencamos de forma aleatória.  Revelando uma lógica do absurdo característico dos sonhos, que os colocamos em vida e a eles damos formato e governo.

E quando os projetos fracassam, sofremos!  

Nestas horas buscamos qualquer objeto acerca para não naufragarmos.  Agarramo-nos a ele, e o conferimos o “poder” de nos ajudar a sair destas situações, advindas de “pseudo-fracasso”, que muitas vezes nos levam a depressões, desesperos. Ao fim, a dor em si.

É usual, quero crer, que muitos depositam esta sensação “de falta de chão” a nos amparar, ou na religião (seja qual for) ou na filosofia. Imputo aleatoriamente, que os mais crentes, buscam a religião – que promete a salvação pela fé cega.

E que as pessoas de caráter mais racional em comportamento, se arriscam a buscar auxílio na filosofia – que promete a salvação pela razão. Contudo, adentrar na filosofia, não é matéria fácil de realizar, pois a literatura da mesma, fatalmente os empurrará em direção a leitura de obras como as de Kant, Hegel, Nietzsche, Platão ou algum pré-socrático.

Acho dispensável me estender no formato dos que buscam a religião, pois cada um a sua maneira deposita o “problema” em fé, para o divino em sua busca vir a ajudar.

Para fugir do lugar comum, a delatar algum sentido vazio para o texto, o inchando de informações desnecessárias, irei me aventurar a mapear a origem desta turbulência, e a ela dar um pouco de luz para nos ajudar.

Um amigo falou – caso ele queira, publico depois o nome dele – ter escutado ou aprendido que só existe um pecado: Roubar. E que todo o resto era decorrência deste.

Para compreensão do mesmo é necessário ampliar nossa ideia da palavra roubo. E o mesmo me exemplificou: “Se mentimos, roubamos do outro o direito de saber a verdade”.

Ao colocarmos culpa nos terceiros, os roubamos de se defender e se manter sereno e não agoniado em busca de provar sua inocência.

Se matarmos, do outro retiramos a bênção da vida.

Se trairmos, induzimos à outra parte a sensação de perda da confiança, além de nele depositarmos semente da indignação por acabar a se sentir um ingênuo e tolo.

Se não cooperamos para a realização do projeto alheio, catapultamos o próximo para o fosso da frustração, como acontece conosco que precisamos dos mesmos próximos para nos completar.

Enfim gostaria de demonstrar ao final, que é inerente as relações sociais, não se desenvolverem na forma 100% suave, e que a todos agrade. Gregos e Troianos.

Talvez seja exatamente desta asserção que podemos encontrar o sêmen, o grão original, que a nós passa despercebido, sendo o responsável, pelas situações geradoras da nossa vivência em sociedade. E que às vezes acaba por nos causar o insucesso.

Logo, o que adoraria concluir é que: caso consigamos ver esta dinâmica em nossas trocas sociais, poderemos ficar menos desamparados e não mais a mercê, ou vagar do inevitável resultado das interações sociais.
Sempre alguém ou alguma coisa nos roubará o direito de algo, ou pode nos incorporar ao poço da frustração.
Imaginem que bom se nos fosse dado a vidência de entender estes cursos decorrentes de qualquer relação – pois o próximo tem seus projetos e não partilha necessariamente de ajudar a concretizar os seus – e vice versa. Tão simples quanto.

Termino: Melhor não perder tanto tempo com a filosofia, ou a religião como bengalas para estes desapontamentos e começar a encarar as verdades da vida.


Abraços,


Renato Schmekel
O autor na internet:
http://www.facebook.com/AutorRenatoSchmekel
http://www.renatoschmekel.com.br/

COMPARTILHE:

O que você achou da notícia?

11

PARABÉNS!
PARABÉNS!

11

BOM
BOM

9

AMEI!
AMEI!

15

KKKK
KKKK

9

ENGRAÇADO
ENGRAÇADO

6

Ñ GOSTEI
Ñ GOSTEI

7

CREDO!
CREDO!

Comentários

comments powered by Disqus


Confira também:

Liberdade de Imprensa
FENAJ emite nota oficial

Reabilitação

Governo entrega equipamentos a pacientes do CER de Palmas

Os equipamentos foram adquiridos este ano, com um investimento de quase R$ 3 milhões

Entrega de Moradias

Mauro Carlesse e ministro das Cidades entregam apartamentos do Residencial Parque da Praia

A iniciativa faz parte da política habitacional do Governo do Estado e conta com o recurso do governo federal, por meio do Fundo de Desenvolvimento Social (FDS).



Investigações MPE

MPE movimenta 108 mil processos judiciais, 35 mil inquéritos policiais e instaura 7 mil procedimentos investigativos em 2017

Também é mostrado que o Ministério Público do Tocantins possuía 121 cargos de membros providos em 2017, o que corresponde a 8,7 membros para cada grupo de 100 mil habitantes.


Municípios

Promessas de maio da Presidência da República e do Congresso são cobradas por prefeitos

Liderados pela ATM, prefeitos do Tocantins estão na capital Federal para cobrar Encontro de Contas previdenciárias, UPAS, Nova Lei de Licitações, Royalties de Petróleo, entre outras demandas


Conscientização

Semana da Consciência Negra promovida pela Seciju iniciou com panfletagem e palestra no IFTO

A programação da Semana da Consciência Negra segue com mais ações de panfletagem em vários pontos da Capital.


Energisa

Ação de Segurança com a comunidade leva informação para crianças e adolescentes


Crise e Renuncia

Deputado Estadual Olyntho Neto comunica afastamento como líder do governo na AL


Porto

Solidariedade, promessa de concurso e aula marcam evento em Porto Nacional


Tocantins

Educação e SBH certificam vencedores do concurso de vídeos Todos Contra a Hanseníase


Sul de Palmas

Famílias na região da Capadócia recebem alimentos em ação de solidariedade


saúde

Governador do Tocantins entrega mais de 250 mil reais para que pesquisadores possam desenvolver pesquisas para o SUS



  Blogs & Colunas


TiViNaLili

Lili Bezerra


Entre nós

Virgínia Gama


Arquitetura & Design

Riquinelson Luz


Vida Plena

Valquiria Moreira


As Tocantinas

Célio Pedreira