Friday, 14 de December de 2018

OPINIÃO


Economia

Quando um banco quebra, o que acontece com o dinheiro do correntista?

08 May 2018    16:57
Quando um banco quebra, o que acontece com o dinheiro do correntista?

Especialistas consideram o sistema bancário do Brasil sólido e confiável: o complexo financeiro oferece garantias aos investidores, protegendo parcial ou integralmente as aplicações. Com isso, investidores e correntistas brasileiros podem não perder nada em caso de insolvência de uma instituição financeira. A principal garantia é o Fundo Garantidor de Crédito (FGC), o fundo protege os recursos aplicados em conta corrente, caderneta de poupança, Certificados de Depósitos Bancário, letras de câmbio, imobiliárias, hipotecárias e de crédito imobiliário. O total de créditos de cada pessoa contra a mesma instituição associada, ou contra todas as instituições associadas do mesmo conglomerado financeiro, será garantido até o valor de R$ 250 mil, limitado ao saldo existente.

O Conselho Monetário Nacional (CMN) aprovou, em 21 de dezembro de 2017, a alteração promovida no Regulamento do Fundo Garantidor de Créditos (FGC), que estabelece teto de R$ 1 milhão, a cada período de 4 anos, para garantias pagas para cada CPF ou CNPJ. A contagem do período de 4 anos se inicia na data da liquidação ou intervenção em instituição financeira onde o investidor detenha valor garantido pelo FGC, sendo que permanece inalterado o limite da garantia de R$ 250 mil por CPF/CNPJ e conglomerado financeiro.

Para efeito da determinação do valor garantido dos créditos de cada pessoa, devem ser observados os seguintes critérios: O titular do crédito é aquele em cujo nome o crédito estiver registrado na escrituração da instituição associada ou aquele designado em título por ela emitido ou aceito;devem ser somados os créditos de cada credor identificado pelo respectivo CPF/CNPJ contra todas as instituições associadas do mesmo conglomerado financeiro; os créditos titulados por associações, condomínios e entidades assemelhadas, sem personalidade jurídica, serão garantidos até o valor de R$ 250.000,00 na totalidade de seus haveres em uma mesma instituição associada ou conglomerado financeiro.

Para receber o dinheiro que tem aplicado em um banco que faliu, o investidor deve comparecer pessoalmente a uma agência bancária escolhida pelo FGC. O crédito em conta corrente não é permitido porque o investidor precisará assinar um termo de recebimento no ato do saque. Caso não seja possível o comparecimento à agência, o investidor poderá designar um procurador para receber por ele. Segundo os especialistas, em geral, os pagamentos são realizados até uma semana após a decretação da insolvência da instituição financeira. Vale ressaltar que o FGC tem a obrigação de fazer o pagamento para o Banco responsável pela intermediação desta liquidação em três dias úteis, porém os processos internos para pagamento podem levar de duas ou três semanas.

Sobre a Nova Futura Investimentos

Sócia-fundadora da BM&BOVESPA, a Nova Futura Investimentos, corretora instituída no ano de 1983, atua nos mercados de commodities, renda fixa, renda variável e seguros. Com uma presença nacional de destaque, a instituição financeira conta com 14 escritórios espalhados por diversas cidades do país.

Em março de 2016, começou seu plano agressivo de expansão para o segmento de varejo, mercado no qual ainda não atuava e, recentemente, assumiu os clientes da parceira PAX, do Grupo Pague Menos, ampliando sua carteira para 9.000 clientes.

COMPARTILHE:

O que você achou da notícia?

74

PARABÉNS!
PARABÉNS!

68

BOM
BOM

81

AMEI!
AMEI!

76

KKKK
KKKK

73

ENGRAÇADO
ENGRAÇADO

66

Ñ GOSTEI
Ñ GOSTEI

70

CREDO!
CREDO!

Leia por assunto:

FGC Sistema Bancário Brasil

Comentários

comments powered by Disqus


Confira também:

Gerente de Planejamento

Ciência & Tecnologia

Gerente de Planejamento


CPPA

Mesmo com situação levada à Justiça, esgoto a céu aberto continua na CPPA

MPE/TO e Prefeitura também judicializaram o caso, mas o problema continua na Casa de Prisão Provisória

Sindicância

Estado abre sindicância para apurar situação de servidores na Secretaria de Governo

De 18 de dezembro a 28 de fevereiro de 2019, terá início o recadastramento de todos os servidores do Poder Executivo



Focco

Presidente da Fendepol vem à Palmas em apoio aos Delegados do Tocantins

Rodolfo Laterza comparecerá ao Fórum Tocantinense de Combate à Corrupção em apoio à categoria


Serviço

Tocantins participa do Seminário Internacional sobre a Empregabilidade da Pessoa com Deficiência

O objetivo do seminário é compartilhar e debater as questões relativas às políticas públicas empreendidas pela comunidade internacional


Base Aérea

Governador Mauro Carlesse assina protocolo para instalar Base Aérea no Tocantins

O protocolo de compromisso terá a vigência de dois anos a partir de sua assinatura, podendo ser prorrogado por meio de um Termo Aditivo, desde que haja concordância das partes.


Fundos de Pensão

Avança projeto de Kátia Abreu que combate fraudes em fundos de pensão de servidores


Interior

População de Taguatinga é beneficiada com melhorias nos serviços de distribuição de água


Tapioca Cine

Produtora tocantinense ganha espaço no mercado internacional


Meio Ambiente

Justiça determina devolução de papagaio a moradora de Palmas, após multa e apreensão do Ibama


Educação

Educação e Unitins prorrogam prazo para professores se inscreverem em pós-graduação


AEM

Radares da BR-153 são fiscalizados pela Agência de Metrologia



  Blogs & Colunas


TiViNaLili

Lili Bezerra


Entre nós

Virgínia Gama


Arquitetura & Design

Riquinelson Luz


Vida Plena

Valquiria Moreira


As Tocantinas

Célio Pedreira