Saturday, 20 de October de 2018

OPINIÃO


Opinião

Vote consciente nestas eleições

14 Jun 2018    18:50    alterado em 14/06 às 18:50
Divulgação Vote consciente nestas eleições Eleitor deve refletir e votar naqueles que pensam na sociedade como um todo

Por Thaís Almeida de Aguiar, graduada em Direito pela Faculdade Católica do Tocantins

A Constituição Federal de 1988 garantiu ao povo a titularidade do poder estatal, exercendo-o por meio de representantes eleitos ou diretamente, revelando assim o  caráter de estado democrático de direito do país. O voto é um dos instrumentos da soberania popular e possui valor igual para todos os cidadãos, refletindo os fundamentos da cidadania e a dignidade humana - tão prestigiados pela República Federativa do Brasil. Na mesma vertente estão as formas diretas do exercício da soberania popular quais sejam: plebiscito, referendo e iniciativa popular. No Brasil o voto é uma obrigação aos maiores de 18 anos e facultativo para os analfabetos, aos maiores de 70 anos e aos maiores de 16 e menores de 18 anos. Não podem se alistar como eleitores os estrangeiros e os conscritos, por sua vez, aqueles que desejam se eleger devem preencher alguns requisitos, chamados de “condições de elegibilidade” previstos no artigo 14, §3º da Carta Maior.
O estado do Tocantins está em processo eleitoral, foram realizadas na data de 03 de junho as eleições suplementares para mandato “tampão” do Chefe do Poder Executivo Estadual - resultante de um processo de cassação, foram 07 candidatos aptos ao recebimento de votos, o pleito resultou em um 2º turno previsto para 24 de junho entre os dois candidatos mais votados, agora, aquele que receber a maioria dos votos será eleito Governador do Estado do Tocantins para o período de 06 meses.

Em outubro, os eleitores tocantinenses voltarão às urnas, desta vez, para eleger o Presidente da República, governador de estado, senadores, deputados estaduais e federais.

Muitos são os candidatos que concorrerão aos cargos político, assim muitas são as opções de voto. O eleitor deve atentar-se as propostas de governo, aos projetos a serem desenvolvidos durante o exercício do mandato, tendo consciência de que o resultado apurado nas urnas influenciará a vida da população, as propostas devem ser analisadas, pugnando pelas que oferecem uma melhor qualidade de vida, educação, geração de emprego, conservação ambiental, saúde, entre outros. Aos candidatos, cabe à observância dos preceitos éticos, a elaboração e execução de uma campanha transparente e honesta, sem ataques pessoais aos adversários, deve-se ter sempre em mente que o agente político é um representante da população e do estado, e suas ações devem ser impessoais e visar o bem comum.

Visto isto, o eleitor deve refletir e votar naqueles que pensam na sociedade como um todo, batalhando pela justiça e moralidade no processo eleitoral, afinal os eleitos representarão a sociedade por vários anos. O exercício do voto é exercício de cidadania, é direito de todos, e, sobretudo um dever.

COMPARTILHE:

O que você achou da notícia?

119

PARABÉNS!
PARABÉNS!

50

BOM
BOM

45

AMEI!
AMEI!

33

KKKK
KKKK

34

ENGRAÇADO
ENGRAÇADO

29

Ñ GOSTEI
Ñ GOSTEI

31

CREDO!
CREDO!

Leia por assunto:

Eleições 2018 FIETO Palmas Tocantins PSDB Vicentinho Carlesse Amastha Kátia Abreu

Comentários

comments powered by Disqus


Confira também:


Economia

Mauro Carlesse recebe empresários interessados em investir no Estado

Grupo de empresários vão investir na produção de ovos no Estado; Gurupi e Paraíso são cidades estudadas para receber o empreendimento

Cinoterapia

Projeto com cães no HGP e Infantil comemora um ano

De acordo com a psicóloga do HGP, Jaqueline Monteiro o projeto vem beneficiando pacientes adultos e crianças.


Serviço

Inscrições abertas para o Curso de Supervisão em Serviço Social

Dos 12 módulos, três ocorrerão em Miracema (UFT) e os outros nove em Palmas, nos locais junto às unidade de Ensino (Unip, Unitins, Unopar, Itop) conforme programação disponibilizada no site do conselho.


Sanidade

Tocantins se prepara para vacinação de rebanho contra febre aftosa a partir de 1º de novembro

Após a vacinação, o produtor tem até 10 dias para fazer a declaração em qualquer uma das 139 unidades da Adapec no Estado,


Tocantins

Ligados: projeto itinerante da Energisa está ouvindo a população


Tocantins

Visando concorrência legal Metrologia Estadual verifica taxímetros em Palmas


Sermão aos Peixes

PF apura desvios na área da saúde


Segurança

Forças de segurança do Tocantins recebem a visita do ministro Raul Jungmann em Palmas


Economia

Estimativa do PIB Industrial do Tocantins aponta leve recuperação em 2017


Meio Ambiente

População de Palmas gasta o dobro de água recomendado pela ONU



  Blogs & Colunas


TiViNaLili

Lili Bezerra


Entre nós

Virgínia Gama


Arquitetura & Design

Riquinelson Luz


Vida Plena

Valquiria Moreira


As Tocantinas

Célio Pedreira