Sunday, 26 de January de 2020

POLÍTICA


Iluminação pública

Câmara de Araguaína reivindica melhorias

21 Aug 2008

A Câmara Municipal de Araguaína discutiu em sessão realizada na última semana o serviço de iluminação pública. O maior questionamento na Casa gira em torno da taxa que é cobrada à população.

Para alguns parlamentares o serviço de iluminação não contempla o cidadão e a cobrança da taxa de iluminação é feita sem que o usuário seja de fato beneficiado com o serviço. A taxa de iluminação pública existe desde 2002 e foi aprovada na Câmara. Segundo o vereador Gideon Soares (PMDB), o número de requerimentos apresentados na Casa pedindo a reposição de lâmpadas nos setores é grande, o que demonstra na avaliação do parlamentar a falta de contemplação dos serviços pelo departamento responsável. “Os requerimentos vem em boa hora já que a Casa está aberta para discutir e defender a comunidade”, ressaltou.

Para a vereadora peemedebista Rejane, que apresentou requerimento solicitando reposição de lâmpadas em um dos setores da cidade, falta iluminação em muitos bairros de Araguaína. Segundo ela, o serviço não vem contemplando a real demanda do usuário, que mesmo sem o serviço vem pagando com rigor a taxa. “A Secretaria deve consolidar de fato o serviço de iluminação pública”, reclama a parlamentar.

Já o vereador Orivan (PR) rebate a vereadora e diz que é “possível andar nas ruas da cidade com os faróis apagados em razão da qualidade no serviço de iluminação”.

De acordo com o secretário de iluminação, João Carlos Jesuíno Oliveira, as famílias podem pedir a isenção da taxa, desde que procurem a secretaria e apresentem a solicitação por meio de ofício. Segundo ele, a secretaria possui uma equipe que vistoria o setor para constatar se há a necessidade da isenção. “Temos uma equipe que percorre as ruas para fazer o serviço de reposição constantemente, temos intensificado esse serviço”, informou.

Sobre a manutenção da cobrança da taxa, o secretário afirma que a cada mês são arrecadados cerca de 240 mil reais. Desse valor é retirado cerca de 200 mil para despesas como a conta de energia, restando pouco para investimento. “Esse custo é alto e a prefeitura arca com tudo. Não fica uma quantia para investir e trabalhamos em déficit”, finalizou. (Emílio Lopes)

COMPARTILHE:


Confira também:


Procon

Tocantins apura vendas de lotes contaminados de marcas da cervejaria Baker

No último dia 17, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) interditou cautelarmente por 90 dias todas as marcas de cerveja da Backer com data de validade igual ou posterior a agosto de 2020.

Heber Fidelis

Secretário da Cidadania e Justiça participa de reunião em Brasília sobre a criação da polícia penal

Grupo de Trabalho criado para debater a regulamentação da Polícia Penal Federal tem a finalidade de definir as atribuições do cargo, estrutura, organização e funcionamento da carreira.


Bahia

Carlesse prestigia inauguração do Centro de Convenções de Salvador e busca investidores para o Tocantins

Cerimônia também contou com a presença do vice-governador Wanderlei Barbosa e o coordenador da bancada federal do Tocantins, Carlos Gaguim


Municipalismo

Repassado mais de R$ 11,5 milhões aos municípios para o transporte escolar

Investimentos asseguram atendimento aos estudantes da rede estadual que dependem de transporte escolar para chegar às unidades de ensino


Boas expectativas

Governo abre oficialmente colheita da safra da produção de grãos 2019/2020 na próxima sexta, 31


Campos Lindos

Polícia Civil fecha oficina mecânica que funcionava como desmanche clandestino de carros no interior do Estado


Palmas

Polícia Civil prende em flagrante dois suspeitos de furto de energia


Educação Superior

Marcelo Müller é eleito novo reitor do Ceulp/Ulbra


Alerta

SISEPE-TO cobra o reajuste de 4,48% para aposentados e pensionistas do Igeprev


Tobasa

Na região norte do Tocantins, gestor visita a maior fábrica de carvão ativado do Brasil



  Blogs & Colunas



Entre nós

Virgínia Gama


Arquitetura & Design

Riquinelson Luz


Vida Plena

Valquiria Moreira


As Tocantinas

Célio Pedreira