Sunday, 23 de February de 2020

POLÍTICA


São Paulo

Executivos discutem global sourcing em encontro promovido pelo Inbrasc

15 Oct 2012

Com o objetivo de discutir os desafios atuais do global sourcing dentro do cenário globalizado, o Instituto Brasileiro de Supply Chain (Inbrasc) reuniu, na última semana, profissionais da área no Restaurante Cantaloup localizado no Itaim, em São Paulo durante mais um Director’s Club. O debate foi mediado pelo gerente de Compras e conselheiro do Inbrasc, Juliano Tessaro.

 
De acordo com os executivos presentes no encontro, existem alguns obstáculos que compõe o cenário do global sourcing no mundo globalizado. A contratação de serviços dos fornecedores estrangeiros são cada vez mais comuns, principalmente na região asiática. A indústria nacional tem perdido muito para o mundo asiático.  Países como a China e a India têm saído na frente nesta questão.


Outros aspectos como infraestrutura de portos e aeroportos, oscilação do câmbio, qualificação dos fornecedores e o entendimento da cultura dos negócios com os fornecedores em negociação foram apontados como os principais desafios do global sourcing durante o debate.

 
Segundo Daniel Barbosa, coordenador de Compras da Azul Linhas Aéreas, a maior dificuldade quando se trata de compras globalizadas é a qualificação dos fornecedores. “Cada país possui um determinado tipo de qualificação, em aviação as qualificações são imprescindíveis por causa da segurança. Encontrar fornecedores confiáveis com menor custo é o um grande desafio”, afirmou.


O coordenador de compras disse ainda que para superar estas dificuldades a companhia fechou parcerias com duas grandes empresas que são a Embraer e a TR, buscando fornecedores de mercados em desenvolvimento, principalmente na China. “Primeiro realizamos os testes necessários para a utilização dos produtos. Depois de qualificados os fornecedores, realizamos o sourcing”.

 
Já na visão do executivo Fernando Nogueira, diretor Executivo de Supply Chain da Cummins do Brasil, o que mais prejudica as relações internacionais são as restrições ligadas a infraestrutura de portos e aeroportos e as restrições logísticas no país devido as rodovias.“Além disso, aspectos como as incertezas existentes na definição de commodities, na tendência de metal marketing e na variação cambial interferem na definição de uma estratégia assertiva de supply chain.”

 
Contudo, alguns benefícios foram colocados em pauta pelo mediador Flávio. Segundo ele, os fornecedores nacionais se encontravam em uma zona de conforto, entretanto o global sourcing surgiu como incentivo aos fornecedores brasileiros, obrigando-os a serem mais competitivos.

 
O encontro
O Director’s Club é organizado periodicamente pelo Instituto e tem como foco principal disseminar informações, trocar conhecimentos, além de ser uma grande oportunidade de nerworking para os profissionais envolvidos.

COMPARTILHE:


Confira também:


Turismo

Emendas parlamentares liberadas pelo Governo garantem Carnaval em vários municípios do Tocantins

A Agência do Desenvolvimento do Turismo, Cultura e Economia Criativa avalia a documentação, libera as emendas e fiscaliza a aplicação financeira.

Folia

Agência de Metrologia dá dicas para evitar acidentes de consumo no Carnaval

Folião que vai viajar e se hospedar em hotel, pousada ou casa alugada deve estar atento às recomendações de segurança do Sistema de Monitoramento de Acidentes de Consumo do Inmetro




  Blogs & Colunas



Entre nós

Virgínia Gama


Arquitetura & Design

Riquinelson Luz


Vida Plena

Valquiria Moreira


As Tocantinas

Célio Pedreira