Monday, 06 de July de 2020

POLÍTICA


Benefício

Mães podem ter licença maternidade ampliada em Gurupi

24 Jun 2008

“Não é fácil sair de casa e deixar um bebê de quatro meses com uma babá ou com um familiar qualquer. Mas também nós não podemos abrir mão do trabalho para ser apenas mãe. O ideal seria que a licença maternidade fosse maior”. A afirmação é da mãe de um bebê de seis meses, Karina Oliveira, que ainda está amamentando e tem se desdobrado para conciliar a amamentação ao trabalho. “Não sei até quando vou conseguir. Antes de sair de casa, meu filho mama. Eu tiro um pouco de leite e deixo na mamadeira para a babá dar a ele quando ele sentir fome. Às vezes consigo ir em casa, mas não são todas as mães que têm a sorte que tenho”, disse.

Apesar de as mães serem aconselhadas a amamentar, a preocupação é que ainda não existem condições legais para que essas permaneçam ao lado dos recém-nascidos.

Pensando nesse dilema que as mães enfrentam é que o vereador Sávio Barbalho (PT) protocolou uma proposta de emenda à Lei Orgânica que propõe a ampliação da licença maternidade e paternidade, de 120 para 180 dias às gestantes, e de cinco para 15 dias aos pais.

De acordo com Sávio, a idéia dessa proposta é somar com a campanha que já vem sendo realizada pela Sociedade Brasileira de Pediatria e pela Ordem dos Advogados do Brasil. Segundo ele, são mais de 80 cidades no cenário nacional que já aprovaram essa proposta, principalmente os municípios do nordeste.

De acordo com o parlamentar, a proposta apresentada se estende às servidoras públicas municipais, incluindo as servidoras do legislativo. “Neste primeiro momento, é destinado a esse núcleo de mulheres, porque é mais fácil de aprovação”, disse.

Sávio esclarece que, no senado e na câmara federal, há uma discussão de ampliação de licença maternidade para a iniciativa privada. Ele reitera que o aleitamento materno não pode ser apenas fonte de alimentação, mas também fonte de desenvolvimento afetivo e psicológico da criança.

De acordo com o vereador, a previsão é de que, nas sessões do mês julho, a matéria possa entrar na pauta de votação. “Se for aprovada, é bem provável que as mulheres possam ser beneficiadas já em meados de agosto e setembro”, conclui.

O vereador ressaltou que o projeto tem a adesão de mais cinco parlamentares.

COMPARTILHE:


Confira também:


Pandemia

Tocantins registra 195 novos casos da Covid-19

Atualmente, o Tocantins apresenta 12.475 casos no total, destes, 7.712 pacientes estão recuperados, 4.543 pacientes estão ainda em isolamento domiciliar ou hospitalar e 220 pacientes foram a óbito.

Sanidade

Novo caso de mormo no Tocantins é confirmado em São Salvador

A constatação veio após a realização do exame complementar confirmatório western blotting


Taquaruçu

Circo de Família e o amor como resposta

O espetáculo “Circo de Família” será apresentado ao vivo a partir das 10h do dia 05 de julho. Os ingressos podem já podem ser adquiridos a partir do valor de R$ 5,00 na bilheteria online.


Prevenção

Campanha Nacional de vacinação contra Influenza é prorrogada até dia 24 de julho

Com o objetivo de alcançar a meta estabelecida a vacina já foi distribuída para os 139 municípios


Regulação

ATR implementa atendimento presencial por agendamento


Justiça

Produtividade na Justiça Federal no Tocantins ultrapassa a marca de 26 mil processos julgados durante período de trabalho remoto


Tocantins

Monumento Natural Canyons e Corredeiras do Rio Sono completa oito anos de criação


Infraestrutura

Entrega de máquinas fecha ações do Governo do Tocantins em infraestrutura rodoviária no primeiro semestre de 2020


Economia

Intenção de consumo das famílias de Palmas cai novamente em junho


Eleição CREA-TO

Engenheiro Jefferson segue na liderança para Presidente do CRE-TO



  Blogs & Colunas



Entre nós

Virgínia Gama


Arquitetura & Design

Riquinelson Luz


Vida Plena

Valquiria Moreira


As Tocantinas

Célio Pedreira