Friday, 14 de August de 2020

SAÚDE


Sanidade

Adapec apreende 460 kg de pescado clandestino

27 Jun 2020
Adapec apreende 460 kg de pescado clandestino

Fiscais da Agência de Defesa Agropecuária (Adapec) que atuam nas barreiras volante e fixa de Talismã, localizada na divisa do Tocantins com o estado de Goiás, apreenderam 460 kg de pescado sem procedência comprovada, nessa quarta-feira, 24. O condutor do veículo foi autuado em R$ 2,5 mil e a carga destruída no aterro sanitário. A suspeita é de que a origem dos produtos era Porto Velho-RO com destino a Palmas.

 

Os profissionais notaram que um veículo evadiu a barreira, foi então que a Polícia Militar foi acionada e perseguiu o condutor fazendo com que ele retornasse ao posto fiscal para averiguação. Foi constatado pescado eviscerado, e em cortes que estavam em caixas de isopores na temperatura inadequada, sem rotulagem, nem embalagem individual.  O responsável pela carga não comprovou a origem dos alimentos, portanto foram considerados clandestinos.

 

De acordo com o inspetor de defesa agropecuária, Ricardo Matarazzo, os produtos não tinham registro no Serviço de Inspeção Federal-SIF, nem mesmo no Sistema Brasileiro de Inspeção de Produtos de Origem Animal (SISBI-POA), pois ambos permitiriam a comercialização interestadual. “Orientamos o condutor sobre a obrigatoriedade de cumprimento às normas de trânsito de produtos de origem animal, que vai desde a documentação, acondicionamento correto do produto, rotulagem, entre outros”, explicou o inspetor.

 

Produtos inspecionados asseguram a procedência, qualidade e que foram fabricados atendendo as normas higiênico-sanitárias, e padrões estabelecidos em legislações. Com isso, a segurança alimentar.

COMPARTILHE:


Confira também:


Pandemia

Tocantins registra 914 novos casos da Covid-19

Atualmente, o Tocantins apresenta 35.403 casos no total, destes, 21.896 pacientes estão recuperados, 13.007 pacientes estão ainda em isolamento domiciliar ou hospitalar e 500 pacientes foram a óbito.

Notificação

BRK é notificada pela segunda vez na mesma semana por desabastecimento de água

Os consumidores ficaram 36 horas sem o fornecimento de água entre os dias 6 e 8 de agosto. A oscilação na pressão da água, também foi relatada pelos usuários.




  Blogs & Colunas



Entre nós

Virgínia Gama


Arquitetura & Design

Riquinelson Luz


Vida Plena

Valquiria Moreira


As Tocantinas

Célio Pedreira