Tuesday, 16 de July de 2019

SAÚDE


Penitenciária

Departamento Penitenciário prepara campanha de detecção e tratamento da tuberculose

18 May 2018    14:06
Departamento Penitenciário prepara campanha de detecção e tratamento da tuberculose

Uma campanha contra a Tuberculose (TB), com foco na detecção precoce e no tratamento da doença, será produzida em breve pelo Departamento Penitenciário Nacional (Depen) do Ministério Extraordinário da Segurança Pública para toda a comunidade carcerária do País. A ação terá intervenções de educação em saúde e na organização da rede de atenção à saúde em unidades prisionais consideradas porta de entrada para o sistema prisional, com representação nas 27 unidades federadas do país.

O projeto intitulado “Apoio ao desenvolvimento de ações em saúde para a comunidade carcerária” é produto de um termo de cooperação técnica entre o Departamento e a Fundação Oswaldo Cruz, com apoio técnico da Coordenação Geral do Programa Nacional de Controle da Tuberculose, vinculada ao Departamento de Vigilância das Doenças Transmissíveis da Secretaria de Vigilância em Saúde/MS.

O projeto pretende utilizar a educação em saúde como uma ferramenta de organização da rede de atenção à saúde para a comunidade carcerária (presos e familiares, profissionais de saúde e segurança) com foco na detecção precoce e tratamento oportuno de todas as pessoas suspeitas ou identificadas nesse universo.

Segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), o Brasil ocupa a 20ª posição na lista dos 30 países prioritários para Tuberculose (TB) e 19º na lista dos 30 países prioritários para TB-HIV. Em 2017, foram 69 mil casos novos de tuberculose no país e 4.500 mil mortes (2016). Com o objetivo de acabar com a tuberculose no Mundo, a OMS lançou a nova estratégia Global para o enfrentamento da tuberculose, com a visão de um mundo livre da doença até 2035.

Ao encontro da nova estratégia, o Brasil recentemente lançou o Plano Nacional de Eliminação da Tuberculose como um Problema de Saúde Pública, na perspectiva de um país livre da tuberculose e como objetivos principais reduzir o coeficiente de incidência da doença para menos de 10 casos por 100.000 habitantes e o coeficiente de mortalidade para menos de 1 óbito por 100.000 habitantes até 2035.

A População Privada de Liberdade (PPL) é prioritária em todos os cenários identificados no plano, especialmente para os municípios com unidades prisionais. Em 2017, do total de novos casos de TB notificados no Brasil (em torno de 69.000 casos), 10,5% ocorreram na PPL. Nessa população, o risco de adoecimento por TB é 28 vezes maior que na população em geral.

Tocantins

No Tocantins, a Secretaria da Cidadania e Justiça (Seciju), confirmou que a Cadeia Pública de Colinas, norte do Estado, está impedida provisoriamente, desde esta quarta-feira, 16, por 30 dias, de receber presos, bem como permitir visitas, tanto íntimas quanto sociais. Cinco casos de Tuberculose foram identificados na unidade prisional e os presos recebendo tratamento. A unidade mantém atualmente 97 reeducandos e todos estão fazendo exames médicos.

COMPARTILHE:


Confira também:


Raio X

Inadimplência do consumidor cresce 0,9% no primeiro semestre de 2019

De acordo com o indicador do SPC Brasil, mais da metade das dívidas pendentes (53%) de pessoas físicas no país têm como credor algum banco ou instituição financeira

Turismo

Abrajet leva jornalistas para o Rally das Águas em Itacajá nesta sexta-feira

Com poucas vagas, as inscrições para participação estão sendo feitas pelo fone 63 99974-2116 com Suzana Barros, sócio fundadora da Abrajet-TO.



Cidades criativas

Quatro cidades do Brasil concorrem a títulos na Unesco

As regiões pretendem integrar a Rede de Cidades Criativas da entidade. Atualmente, o país conta com oito selos; resultado sai até fim de outubro


Grupo Record

Portal R7 ganha novas cores em ação dia e noite da Benegrip

Benegrip Multi Dia e Noite terá ação digital integrada em multiplataformas do Grupo Record


Tocantins

Grupos de Ajuda Mútua dão apoio a dependentes químicos e familiares durante e após recuperação

A Seciju, por meio da Gerência de Prevenção contra as Drogas e Núcleo Acolher, orienta dependentes e co-dependentes a procurar o serviço desenvolvido pelos grupos de ajuda mútua, como Alcóolicos Anônimos (AA), Narcóticos Anônimos (NA) e Amor- Exigente.


Reforma

Damaso vota por regra de transição diferenciada para professores e policiais


Influencer

Gabriel Farhat comanda direção artística de novo projeto musical


Defensoria

DPE-TO defende criação de ambulatório trans no Tocantins


Palmas

Cine Cultura renova parceria com Sessão Vitrine e promove encontro com o premiado produtor João Vieira na terça, 16


Em Palmas

Membro de grupo estratégico da Embrapa apresentará dados sobre produção e preservação no cerrado e Matopiba


Interior

Polícia Civil prende suspeito de estupro de vulnerável em Itacajá



  Blogs & Colunas



Entre nós

Virgínia Gama


Arquitetura & Design

Riquinelson Luz


Vida Plena

Valquiria Moreira


As Tocantinas

Célio Pedreira