Tuesday, 25 de February de 2020

SAÚDE


Sesau-TO

Doações garantem manutenção de estoque de sangue e ajudam a salvar vidas

25 Mar 2015

A disposição da população em doar sangue ajuda a salvar vidas e garante a manutenção do estoque do Hemocentro Coordenador de Palmas. Mas para continuar atendendo às demandas dos hospitais públicos e particulares, tanto da Capital quanto das cidades vizinhas, a unidade precisa, continuamente, de doações.
 
De acordo com a responsável pelo setor de Captação de Doadores, Denis Gomes Rodrigues, o Hemocentro ainda necessita ter um número maior de doadores, tendo em vista as cirurgias que, diariamente, são feitas nos hospitais. Para ela, é necessária a atenção constante com o estoque, que recebe mais doações do sangue tipo O+ e tem o AB- como o mais raro.  "A nossa responsabilidade é bastante grande. O sangue tem validade, por isso, temos que estar sempre atentos para não correr o risco de o nosso estoque estar em falta com a demanda", afirmou.
 
Ainda segundo ela, diariamente, equipes qualificadas fazem os atendimentos completos aos doadores. "Mantemos também toda higiene no estoque e no atendimento ao doador", acrescentou.
 
Em razão da constante oscilação no número de doadores, as coletas externas também estão presentes nas rotinas de serviços. Frequentemente, as coletas são feitas em Paraíso e em empresas de Palmas.  O público das igrejas também é doador frequente. "No período de férias registramos baixas, porém, sempre próximo aos feriados recebemos mutirão de doações", disse.
 
Há 5 anos, Edmilson Andrade Aguiar, 37 anos,  sai de Pugmil, a 90 km de Palmas, para doar sangue. Dessa vez, ele chegou acompanhado de mais três amigos. "O sentimento de salvar vidas, de saber que o meu sangue vai ajudar alguém, é gratificante. Sempre que posso, trago também alguém para doar", contou.
 
Quem doa sangue pela primeira vez, também compartilha do ato de solidariedade. Leidiana Barros da Silva, 28 anos, esteve no Hemocentro de Palmas para doar sangue para a mãe de uma amiga. "No início, eu estava apreensiva, mas preferi superar os meus limites, quando o sentimento de ajudar o próximo falou mais alto. Agora, quero estar sempre doando e ajudando salvar vidas", afirmou.
 
Como doar
Para ser um doador é necessário apresentar documento com foto emitido por órgão oficial e válido em todo o território nacional, pesar acima de 50 kg, ter entre 16 e 69 anos de idade e estar em dia com a saúde.

No dia da doação as recomendações são: nunca ir doar sangue em jejum, repouso mínimo de 6 horas na noite anterior, não ingerir bebida alcoólica nas 12 horas anteriores, evitar fumar por, pelo menos, 2 horas antes da doação e evitar ingerir alimentos gordurosos.

COMPARTILHE:


Confira também:


É festa!!!

Turismo durante o carnaval deve movimentar R$ 8 bi na economia

Pelo menos 36 milhões de brasileiros devem curtir a festa

Palmas

Programação do ‘Carnaval do Amor’ resgata memória afetiva com clássicos do forró

Participação especial e última atração da noite, a dupla ‘Alex e Matielo’ que além de levar ao público o sertanejo universitário, estilo carro-chefe de trabalho, eles também diversificaram seu repertório com o samba, brega funk e o forró.




  Blogs & Colunas



Entre nós

Virgínia Gama


Arquitetura & Design

Riquinelson Luz


Vida Plena

Valquiria Moreira


As Tocantinas

Célio Pedreira