Monday, 06 de July de 2020

SAÚDE


Crianças

Estudo inédito revela consumo de alimentos ricos em açúcar de adição no lanche das crianças brasileiras

15 Dec 2015

As crianças brasileiras estão consumindo mais de 70% da quantidade de açúcar diária recomendada pela Organização Mundial da Saúde apenas nos lanches intermediários. Informações como essa compõem os achados do estudo inédito Nutri Brasil Infância II, que vem para evidenciar os excessos que ocorrem na alimentação infantil - e que com certeza contribuem com a epidemia de obesidade que assola o Brasil nos últimos anos.
 
O consumo habitual médio de açúcar proveniente de alimentos consumidos apenas nos lanches pode atingir a marca de 5,8 kg por criança ao longo de um ano. É muito açúcar que cada uma dessas lancheiras carrega em uma fase em que os hábitos alimentares estão ainda em formação.
 
A partir do relato das mães entrevistadas, o estudo evidenciou que uma em cada três crianças come frequentemente biscoito recheado, especialmente no lanche da tarde. Somente com este alimento, as crianças já alcançariam quase 40% de todo o açúcar recomendado para o dia. Ainda, uma em cada cinco crianças, tem relato de consumo muito frequente de balas, pirulitos ou caramelos no mesmo horário.
 
Atualmente, o Brasil está entre os maiores consumidores mundiais de refrigerantes e bebidas adoçadas (especialmente sucos), e o estudo mostra que este hábito começa muito cedo: 1 em cada 10 crianças brasileiras de 4 a 6 anos consome refrigerante no lanche da tarde. O consumo habitual médio ao longo de um ano pode atingir a marca de 40 litros, apenas considerando o consumo da bebida no lanche da tarde.
 
E quando o assunto são os sucos industrializados, os dados não são muito diferentes: 1 em cada 10 crianças brasileiras de 4 a 6 anos consome suco industrializado no lanche da tarde, podendo atingir, ao longo de um ano, o consumo de mais de 3kg de açúcar provenientes apenas de suco, no lanche da tarde. Considerando a frequência com que os lanches são realizados, são consumidos sucos geralmente adicionados de açúcar, ou com pouca quantidade de frutas, determinando grandes quantidades de açúcar, pouca de fibras e pouca utilização de sucos ou frutas in natura.
 
 
Abaixo, alguns resultados por região:
 
Regionalmente, os biscoitos doces recheados ocupam o topo da lista de consumo no lanche da tarde em quase todas as regiões brasileiras, com exceção das regiões Sul e Centro-Oeste, em que aparecem em 2º lugar, com 26,29% e 25,47% em frequência de consumo, respectivamente.
Os primeiros três itens que compõem o lanche da tarde das crianças de 4 a 6 anos do Norte e Nordeste são alimentos de alta densidade energética e baixo valor nutricional: biscoito doce recheado, balas/pirulitos/caramelos e refrigerantes.
 
Na região Centro-Oeste é onde se encontram os maiores índices de consumo de açúcar no lanche da tarde das crianças de 4 a 6 anos - 21,4g, enquanto a OMS preconiza 22,5g durante todo o dia. A fonte desse nutriente está no consumo dos biscoitos doces recheados (porção maior em relação às demais regiões) e na presença de bebidas açucaradas (sucos industrializados adoçados). Ainda nesta região, a soma da quantidade de açúcar ingerida no lanche da manhã e no lanche da tarde ultrapassa o limite recomendado, atingindo 131,5%.
 
"O estudo avaliou todas as refeições dessas crianças, mas nesta primeira fase, a prioridade foi entender no detalhe o que estava consumido no momento do lanche, pois constatamos que alimentos de alta densidade energética e baixo valor nutricional estão ocupando cada vez mais este momento de consumo", avalia o pediatra, nutrólogo e coordenador do estudo Dr. Carlos Nogueira, diretor do Departamento de Nutrologia Pediátrica da ABRAN. "Os lanches intermediários podem ser grandes aliados do bom desenvolvimento na infância, pois são uma oportunidade de consumo de alimentos com nutrientes essenciais como proteínas de boa qualidade, cereais, frutas, fibras e alguns minerais essenciais como o cálcio", completa o Professor Mauro Fisberg, do Centro de Dificuldades Alimentares do Instituto Pensi - Hospital Infantil Sabará, também coordenador do estudo. Segundo as recomendações dietéticas do Manual do Lanche Saudável da Sociedade Brasileira de Pediatria, o lanche intermediário usualmente deve ser composto por uma fruta, fonte de carboidrato (biscoitos e pães integrais, por exemplo), fonte de proteína (como os alimentos de origem láctea: leite, queijos, iogurte, petit suisse) e uma bebida, que deve ser preferencialmente a água ou sucos sem açúcar.
 
Os dados foram coletados pelo Instituto Kantar Worldpanel, e o trabalho avaliou a frequência habitual de consumo de alimentos entre os dias 8 de junho e 3 de julho de 2015 nas cinco regiões brasileiras.
Ao todo, participaram 3.756 crianças de 4 a 11 anos, sendo 1.391 com idade entre 4 e 6 anos. O estudo foi coordenado pelo Departamento de Nutrologia Pediátrica da Associação Brasileira de Nutrologia (ABRAN) e pelo Dr. Mauro Fisberg, Coordenador do Centro de Nutrologia e Dificuldades Alimentares do Instituto Pensi, Hospital Infantil Sabará, com apoio da Danone.
 
Sobre a ABRAN:

A Associação Brasileira de Nutrologia (ABRAN), sociedade de especialidade médica do Conselho Federal de Medicina e Associação Médica Brasileira, é uma entidade sem fins lucrativos, criada em 1973 no Rio de Janeiro, que reúne profissionais da área de nutrologia. Entre seus objetivos, busca ser uma entidade de referência em Nutrologia no Brasil, atuar na produção e divulgação do conhecimento científico e trabalhar comprometidamente para a melhoria da Saúde Pública em nosso País.
 
 
Sobre a Danone:

O Grupo Danone é um dos líderes mundiais no setor de alimentos e reúne quatro empresas: Produtos Lácteos Frescos, Nutrição Infantil, Águas e Nutrição Médica. Sempre de forma inovadora e saborosa, a Danone está presente em mais de 130 países nos cinco continentes, conta com mais de 104 mil colaboradores e 190 fábricas. Em 2013 registrou um volume de vendas de mais € 21 bilhões, mais de 60% nos países emergentes. Listada na Bolsa de Valores de Paris, o Grupo integra os principais índices de responsabilidade social como os índices Dow Jones de Sustentabilidade, ASPI Eurozone e Ethibel.
Presente no Brasil há mais 40 anos, desde o lançamento do primeiro iogurte com polpa de frutas à variedade de opções dos dias de hoje, a Danone revolucionou os hábitos de consumo e conquistou o paladar dos brasileiros, consolidando-se como sinônimo não só de iogurte, mas também de saúde, qualidade e inovação. Em linha com a sua missão de levar saúde por meio da alimentação ao maior número de pessoas, acredita que pode ajudar a transformar o Brasil em um país mais saudável com novos hábitos de consumo e menos obesidade. Por meio de projetos e mobilização de parceiros (governo, entidades privadas e públicas), deseja conscientizar sobre a importância de uma dieta balanceada e a prática de atividades físicas. No Brasil o portfólio é composto por marcas de sucesso como Activia, Actimel, Danoninho, Danette, Corpus, Dan"up, O Verdadeiro Danone e Danio.
 
Sobre o Instituto Kantar Worldpanel:

A Kantar é uma divisão da WPP especializada na gestão de investimento em informação e uma das maiores empresas do mundo de informação e consultoria. Através da combinação do talento das suas 12 empresas especializadas, o grupo pretende se tornar o fornecedor preeminente de insights precisos para a comunidade empresarial mundial. Seus 27.00 colaboradores trabalham em 100 países e em todo o espectro de disciplinas de pesquisa e consultoria, permitindo ao grupo oferecer aos clientes ideias de negócios a qualquer ponto do ciclo de consumo. Os serviços do grupo são utilizados por mais da metade das empresas Fortune Top 500.

COMPARTILHE:


Confira também:


Pandemia

Brasil tem 65,4 mil mortes causadas pela covid-19

Do total de infectados, 927.292 já se recuperaram

Pandemia

Tocantins registra 168 novos casos da Covid-19

Atualmente, o Tocantins apresenta 12. 640 casos no total, destes, 7.850 pacientes estão recuperados, 4.566 pacientes estão ainda em isolamento domiciliar ou hospitalar e 224 pacientes foram a óbito.



Saúde

Cuidado com as dores gastroabdominais

Elas podem estar sinalizando para enfermidades como a apendicite, a diverticulite e a colecistite. Especialista alerta para a evolução rápida e risco de morte das três inflamações do abdômen


Sanidade

Novo caso de mormo no Tocantins é confirmado em São Salvador

A constatação veio após a realização do exame complementar confirmatório western blotting


Taquaruçu

Circo de Família e o amor como resposta

O espetáculo “Circo de Família” será apresentado ao vivo a partir das 10h do dia 05 de julho. Os ingressos podem já podem ser adquiridos a partir do valor de R$ 5,00 na bilheteria online.


Prevenção

Campanha Nacional de vacinação contra Influenza é prorrogada até dia 24 de julho


Regulação

ATR implementa atendimento presencial por agendamento


Justiça

Produtividade na Justiça Federal no Tocantins ultrapassa a marca de 26 mil processos julgados durante período de trabalho remoto


Tocantins

Monumento Natural Canyons e Corredeiras do Rio Sono completa oito anos de criação


Infraestrutura

Entrega de máquinas fecha ações do Governo do Tocantins em infraestrutura rodoviária no primeiro semestre de 2020


Economia

Intenção de consumo das famílias de Palmas cai novamente em junho



  Blogs & Colunas



Entre nós

Virgínia Gama


Arquitetura & Design

Riquinelson Luz


Vida Plena

Valquiria Moreira


As Tocantinas

Célio Pedreira