Monday, 19 de November de 2018

SAÚDE


Sáude

Preserve sua imunidade contra doenças respiratórias no inverno

05 Jul 2013

O inverno chegou e com ele o aumento da incidência de doenças respiratórias. Uma das principais causas para crescimento desses tipos de enfermidades nesta época é o grande número de aglomeração de pessoas em locais fechados. Além disso, o clima mais seco e o ressecamento das vias respiratórias favorece a invasão de vírus e bactérias. Na maioria das vezes o problema apresentado não é grave, mas infecções virais simples podem funcionar como porta de entrada para outras mais graves especialmente as de origem bacteriana, como a pneumonia. Mas como diferenciar o resfriado, a gripe e a pneumonia?

 

Apesar de alguns sintomas das três doenças serem similares, podemos observar peculiaridades que auxiliam a identificação de cada uma delas. O resfriado é uma enfermidade mais leve que a gripe e raramente vem acompanhada de febre alta. Os sintomas são mais brandos com pouca tosse, coriza e mínima indisposição física. Os riscos de complicações, proporcionando doenças à invasão de doenças oportunistas, são mínimos. Já a gripe, é uma doença respiratória contagiosa, causada pelo vírus influenza. Ela pode ser leve, mas em alguns casos, especialmente em indivíduos de maior risco (idosos, crianças, gestantes e portadores de doenças crônicas), pode levar a complicações, internação e até à morte. As complicações mais frequentes são as infecções bacterianas secundárias, como a pneumonia.

 

A pneumonia está entre as três principais causas de morte em todas as idades no mundo, atrás apenas das doenças cardíacas (1º lugar) e das doenças cerebrovasculares (2º lugar).

 

O pneumococo é o agente infeccioso mais comum como causador de pneumonias, sendo responsável por um grande número de hospitalizações e mortes em todo o mundo. Em alguns casos a infecção pode atingir a corrente sanguínea e levar à forma disseminada mais grave. Os sintomas principais são: tosse, febre, dor no peito, cansaço e falta de ar. A radiografia de tórax confirma o diagnóstico. O pneumococo pode causar, além de pneumonias, otites, sinusites e meningites. As doenças pneumocócicas (DPs) são responsáveis por 1,6 milhão de mortes no mundo a cada ano: o triplo do número mortes provocadas pela gripe2.

 

A prevenção de doenças respiratórias envolve alimentação saudável, práticas de atividades físicas, higiene das mãos e principalmente a imunização por meio de vacinas. Evitar ambientes com aglomerações, contato com pessoas doentes e exposição ao tabaco também pode ajudar a evitar a contaminação.

 

 

Campanha Previna-se: encare a pneumonia de peito aberto 

Para alertar a população sobre a importância da pneumonia e da prevenção após os 50 anos, quatro importantes sociedades médicas brasileiras – Sociedade Brasileira de Pneumologia e Tisiologia (SBPT), Associação Brasileira de Imunizações (SBIm), Sociedade Brasileira de Infectologia (SBI) e Sociedade Brasileira de Geriatria e Gerontologia (SBGG), – se uniram para lançar a campanha Previna-se: encare a pneumonia de peito aberto.

 

A iniciativa, que contará com ações educativas e de conscientização, tem a atriz Regina Duarte como madrinha e conta com o apoio da Pfizer. “A campanha Previna-se: encare a pneumonia de peito aberto, pretende estimular que as pessoas falem sobre vacinação na vida adulta, especialmente a partir dos 50 anos, quando estamos mais suscetíveis às doenças. E eu espero contribuir muito para que essa conversa sobre vacinação na vida adulta se multiplique”, afirma Regina.

 

 

Com abrangência nacional, a campanha engloba ações em plataformas digitais, como hotsite, fanpage no Facebook e canal no YouTube; além de iniciativas presenciais com a população, como blitze de saúde e ciclo de palestras em hospitais e clínicas sobre a pneumonia. Haverá ainda uma caminhada em São Paulo (SP), com a presença da atriz Regina Duarte.

 

 

Em breve, será lançado um aplicativo mobile para celulares e tablets com sistema operacional Android e iOS. Com o aplicativo, a ideia é ter uma carteira de vacinação de fácil acesso para toda a família. Basta preencher os dados pessoais e as informações sobre vacinações pregressas, que o aplicativo informará ao usuário o calendário vacinal recomendado e avisará, via e-mail e alertas no celular, sobre as próximas vacinas previstas.

 

 

Para acompanhar a agenda da campanha e obter mais informações sobre a prevenção da pneumonia, acesse www.campanhaprevinase.com.br, curta a fan page da iniciativa facebook.com/campanhaprevina e acesso o canal do Youtube youtube.com/campanhaprevinase.

 

Fonte: Comunidade Corporativa

COMPARTILHE:

O que você achou da notícia?

11

PARABÉNS!
PARABÉNS!

9

BOM
BOM

9

AMEI!
AMEI!

10

KKKK
KKKK

10

ENGRAÇADO
ENGRAÇADO

10

Ñ GOSTEI
Ñ GOSTEI

4

CREDO!
CREDO!

Comentários

comments powered by Disqus


Confira também:


Saúde

Médicos formados no exterior tentam validar diploma no Brasil

No último dia 14, o governo de Cuba informou que deixará de fazer parte do programa Mais Médicos.

Tocantins

ATM diz que há enorme preocupação diante da saída dos médicos cubanos

De acordo com a Organização Panamericana da Saúde (OPAS), atualmente são 8.500 médicos cubanos atuando na Estratégia Saúde da Família e na Saúde Indígena no Brasil.




  Blogs & Colunas


TiViNaLili

Lili Bezerra


Entre nós

Virgínia Gama


Arquitetura & Design

Riquinelson Luz


Vida Plena

Valquiria Moreira


As Tocantinas

Célio Pedreira