Thursday, 09 de July de 2020

VIVER


Exposição

Capital recebe Exposição “30 obras em 30 anos” no Espaço Cultural

09 Apr 2019
Divulgação Capital recebe Exposição “30 obras em 30 anos” no Espaço Cultural

Palmas receberá de 12 de abril a 03 de maio a Exposição “30 obras em 30 anos”, na Galeria do Espaço Cultural José Gomes Sobrinho, que reúne obras arquitetônicas contemporâneas consideradas como as mais expressivas da região amazônica nos últimos 30 anos. A exposição itinerante está percorrendo os estados da Amazônia Legal e depois de Manaus, Rio Branco e Porto Velho é a vez da capital do Tocantins. A abertura oficial será realizada no dia 11, às 20h, no Espaço Cultural.

A Exposição de Arquitetura Contemporânea na Amazônia - XAMA é uma iniciativa do Núcleo AMA – NAMA, formado pela reunião de grupos de pesquisas das universidades públicas, artistas e arquitetos, que buscam a documentação, divulgação e preservação da arquitetura moderna na Amazônia Legal. As ações promovidas ocorrem com a realização dos Seminários de Arquitetura Moderna na Amazônia - SAMA, das campanhas de preservação e reutilização de edifícios e da divulgação das pesquisas aderentes nesta temática na Revista Amazônia Moderna.

São expostos 30 projetos de arquitetura realizados na Amazônia Legal nas últimas três décadas, muitos deles premiados nacional e internacionalmente. O Tocantins tem uma participação expressiva com cinco projetos: Espaço Cultural (1994/1995) e Estádio Municipal em Palmas (1997/1998), ambos do arquiteto Paulo Henrique Paranhos; Centro de Pesquisas Canguçu (1998/1999) em Pium, de autoria do arquiteto e o vice-presidente do Conselho de Arquitetura e Urbanismo do Tocantins (CAU/TO), Luis Hildebrando Ferreira Paz; a Faculdade Católica do Tocantins (2004/2006) do trio de arquitetos Manoel Balbino, Monica Crosara e Jalma Lamounier e Moradas Infantis (2015/2017) em Formoso do Araguaia, dos escritórios Rosenbaum + Aleph Zero. 

O presidente do CAU/TO, Silenio Camargo, reforça o apoio do Conselho no evento e parabeniza todos os arquitetos do Estado envolvidos na exposição, em especial o vice-presidente do Conselho Luis Hildebrando.  “Apoiar a exposição é de suma importância para a nossa categoria. Todas as obras têm sua particular importância na história do Tocantins, é uma grande exposição que demonstra a importância da arquitetura para construção de uma cidade moderna e acessível, uma arquitetura feita para as pessoas”, explica o presidente. 

O vice-presidente do CAU/TO, Luis Hildebrando Ferreira Paz, comenta sua participação na exposição. “Fico muito grato em ter a oportunidade de participar de uma exposição tão rica em informação e cultura e de muito significado para nossa categoria. Estar representando o nosso Estado, ao lado de colegas muito talentosos, é com certeza mais um marco na nossa carreira”, reforça. 

A edição de Palmas foi organizada pelos curadores regionais Adriana Dias (Centro Universitário Luterano de Palmas CEULP/ULBRA), Marianna Cardoso (Universidade Federal do Tocantins - UFT) e Giuliano Orsi (Universidade Federal de Uberlândia) e conta com o apoio do Conselho de Arquitetura e Urbanismo - CAU e da Fundação Cultural de Palmas.

COMPARTILHE:


Confira também:


Pandemia

Tocantins tem 439 novos casos da Covid-19

Atualmente, o Tocantins apresenta 13.440 casos no total, destes, 8.517 pacientes estão recuperados, 4.690 pacientes estão ainda em isolamento domiciliar ou hospitalar e 233 pacientes foram a óbito.

Biodiversidade

Tocantins inicia monitoramento do período reprodutivo 2020 do Pato mergulhão no Jalapão

O Governo do Tocantins tem o compromisso de cumprir o calendário de monitoramento da espécie, firmado com o Plano de Ação Nacional para a Conservação das Espécies Ameaçadas de Extinção ou do Patrimônio Espeleológico (PAN/ICMBio)


Covid-19

Governador vistoria instalações de hospital contratado para atender pacientes da Covid-19

Pavilhão contratado pelo Governo do Tocantins conta 10 Unidades de Terapia Intensiva (UTI) e 60 leitos clínicos


Meio Ambiente

Governo do Tocantins suspende autorização para queima controlada até novembro

Portaria foi publicada no último dia 7; o aumento dos riscos de incêndios causado pela baixa umidade do ar, aumento da temperatura média no Estado e vegetação seca com grande potencial de queima são as justificativas para a proibição do uso do fogo no mane


Aprovação de Matérias

Assembleia encerra primeiro semestre após diversas matérias aprovadas


Paraído do TO

Bombeiros militares atuam em combate a incêndio em carga de madeira na BR-153


Desempenho

Tocantins alcança segundo lugar no ranking de monitoramento da Agência Nacional de Águas


Cultura

Prazo para cadastro de eleitores e candidatos ao Conselho de Cultura termina na sexta


Campus Party

Norte Agropecuário será apresentado em evento com participação de referências mundiais no debate da transformação tecnológica


Cronograma

Prevenção contra incêndios florestais para este ano está na fase final



  Blogs & Colunas



Entre nós

Virgínia Gama


Arquitetura & Design

Riquinelson Luz


Vida Plena

Valquiria Moreira


As Tocantinas

Célio Pedreira