Thursday, 18 de April de 2019

VIVER


Palmas

Com teatro de rua e cultura popular, A Barraca Cia de Artes estreia espetáculo em homenagem a José Gomes Sobrinho

18 Jun 2015

"Poesia, música, história, cultura popular e muita energia! Um espetáculo emocionante e diferente de tudo o que você já viu." Assim promete ser o espetáculo teatral de rua "Zé", de A Barraca Cia de Artes, que estreia na terça-feira, 23, às 20 horas, na Grande Praça do Espaço Cultural e segue em temporada por diferentes pontos da Capital.

Resgatando a linguagem mambembe, a proposta de "Zé" é abordar o mundo lírico do poeta José Gomes Sobrinho (in memorian), por meio de seus textos, música e principalmente pelo modo como as pessoas o viam, trazendo a tona sua visão de mundo, suas concepções a cerca da vida e de sua realidade.

De acordo com o diretor do espetáculo, o ator Nival Correia, "Zé" é uma homenagem aos dez anos de falecimento do poeta que é referência para a cultura tocantinense. "Não se trata de uma referência biográfica ao José Gomes Sobrinho, mas pretendemos sim dar movimentos, expressões, cores e sentimentos à obra poética dele, tornando-a visual", explica.

Presidente de A Barraca, a atriz Magna Carneiro complementa que o espetáculo traz não só uma releitura das obras do artista com música, dança e interpretação teatral, mas também da vida particular do artista. "Mostramos ao público um "Zé" que todo mundo tem uma história para contar, um episódio que vivenciou, buscando estimular o público a compreender subjetivamente as concepções que norteavam o artista a cerca de suas obras e da vida", ressalta.

 

Apresentações

A pré-estreia acontecerá na segunda-feira, 22, na Escola Municipal Beatriz Rodrigues da Silva. O espetáculo circulará por diferentes regiões da Capital (veja quadro) e, além das apresentações, o grupo oferecerá também oficinas de criação teatral em alguns pontos.

A montagem do espetáculo está sendo feita há cerca de três meses e o roteiro é uma montagem coletiva do grupo, através da pesquisa de histórias, livros e entrevistas com amigos e familiares do artista. As atrizes Magna Carneiro, Poliana Alves, Leidiane Martins, Cinthia Abreu e Iva de Oliveira se revezam em cena com música, dança e teatro para elucidar, através da composição cênica ator-conceito-linguagem a visão artística de José Gomes Sobrinho.

Além da linguagem de cultura popular no teatro de rua, o espetáculo traz uma proposta diferenciada até na execução musical, com instrumentos nada convencionais, como pedaços de telha, azulejo, canos, serrote, martelo, balde com água, pilão e chocalho andino, entre outros elementos.

 

História

A Barraca foi criada em 2002 e surgiu da necessidade de um grupo de artistas em fomentar a cultura de um modo em geral. Sempre focando a importância da arte como instrumento de transformação e integração social das diferentes camadas da sociedade, é que a Barraca busca levantar discussão referente à cultura, a arte e a educação (para a saúde, o trânsito o meio ambiente e etc), principalmente realizando trabalhos e intercâmbios entre especialistas, profissionais da arte, e sociedade. Os espetáculos e esquetes realizados pela "A Barraca Cia Experimental de Artes" utiliza, em sua maioria, a linguagem de teatro de rua permitindo assim a apresentação de seus trabalhos em diversos espaços e oportunizando o acesso à cultura e a arte à sociedade em geral, principalmente as  camadas com maior dificuldade de  acesso aos espaços de promoção da cultura e arte em nossa cidade.

 

Homenageado

Nascido em 1935, em Garanhuns (PE), José Gomes Sobrinho chegou ao Tocantins em 1989. Presidente do Conselho Estadual de Cultura, José Gomes Sobrinho era acadêmico da ATL- Academia Tocantinense de Letras, ocupante da cadeira nº, 28 e da Academia Palmense de Letras, cadeira 09. Autor de 13 livros publicados, José Gomes presidia também o Fórum Nacional de Conselheiros Estaduais de Cultura.

 

Ficha Técnica

Direção Geral: Nival Correia

Assistência de direção: Magna Carneiro

Elenco: Magna Carneiro, Poliana Alves, Leidiane Martins, Cinthia Abreu e Iva de Oliveira

Direção musical: Márcio Bello

Produção Executiva: Magna Carneiro

Assistente de Produção: Poliana Alves

Assessoria de Comunicação: Cinthia Abreu

Coreografias: Valéria Elias

Preparação Corporal: Adriano Augusto

Figurinos: Yrlandes Yuri

Cenário: Criação coletiva

Sonoplasta: Airton Lélis

Patrocínio: Promic – Programa Municipal de Incentivo à Cultura

Apoio: Cleuda Milhomem

COMPARTILHE:


Confira também:


Feriado

PRF faz operação especial nas rodovias para feriado de Semana Santa

Segundo a PRF, as maiores preocupações dos agentes são com a embriaguez ao volante, o uso de cinto de segurança e do assento especial para crianças.

Recursos em Brasília

Carlesse solicita ao presidente Bolsonaro a construção da TO 500, recursos para ponte de Porto e apresenta plano de recuperação do Estado

Outro projeto estruturante importante para o Tocantins apresentado pelo Governador, foi o da revitalização do Projeto Rio Formoso, em Formoso do Araguaia. A solicitação do Governo do Tocantins é de um aporte de R$ 400 milhões.




  Blogs & Colunas



Entre nós

Virgínia Gama


Arquitetura & Design

Riquinelson Luz


Vida Plena

Valquiria Moreira


As Tocantinas

Célio Pedreira