Sunday, 25 de August de 2019

VIVER


Flip

EDP promoverá exposições, shows e debates na 17ª Festa Literária Internacional de Paraty

10 Jul 2019    12:45    alterado em 10/07 às 12:45
EDP promoverá exposições, shows e debates na  17ª Festa Literária Internacional de Paraty

Pelo terceiro ano consecutivo, a EDP, empresa que atua em todos os segmentos do setor elétrico brasileiro, patrocina a Festa Literária Internacional de Paraty, Flip, entre os dias 10 e 14 de julho, no estado do Rio de Janeiro. A Companhia leva à 17ª edição do evento uma programação que envolve exposições, shows, mesas literárias e até demonstrações culinárias.  “Nesta Flip, a EDP, maior investidora portuguesa no Brasil, traz um pouco do que há de melhor na nossa literatura, música, história e gastronomia, por meio de atrações especialmente pensadas para celebrar a luso-brasilidade”, destaca Miguel Setas, presidente da EDP no Brasil.

Primeira empresa a anunciar um patrocínio de R$ 12 milhões para a restauração do Museu do Ipiranga, fechado desde 2013, a EDP traz ao Salão Nobre da Casa de Cultura de Paraty uma exposição com imagens históricas que mostram o início da construção do Museu, em 1885, e a modificação do espaço urbano ao seu redor através dos séculos.

No local ainda será realizada, na sexta-feira, dia 12, às 10h30, a mesa literária D. Pedro I – O Coração do Rei, com a historiadora e jornalista Iza Salles, autora do livro que dá nome à mesa, e Vera Tostes, historiadora e museóloga, membro do Instituto Histórico e Geográfico Brasileiro. Elas vão debater a história relatada pelo Frei Antônio de Arrábida, desde a chegada da Corte portuguesa no Rio de Janeiro, em 1808, até a morte do imperador, em Portugal. Para os amantes de história, não faltarão detalhes sobre o período do Império e a personalidade de D. Pedro I, além dos bastidores da história política do País. A mesa será moderada por José Luiz Alquéres, da EDP.

No sábado, 13, às 10h30, o Salão Nobre também será palco de um debate sobre a história da construção do Museu do Ipiranga e as intervenções que serão feitas para sua recuperação, a partir de setembro deste ano. Comporão a mesa a diretora do Museu, Solange Ferraz de Lima, e Pablo Hereñú, arquiteto responsável pelo projeto de restauração do edifício-monumento.

Poesia na pele
A EDP, que também é patrocinadora Máster da reconstrução do Museu da Língua Portuguesa, em São Paulo, promove na Praça Aberta, ao pé da ponte do centro de Paraty, uma exposição interativa que explica a origem de ditados populares típicos do português e as peculiaridades da língua nas diferentes regiões do País e em Portugal.

No espaço à frente da mostra A Energia da Língua Portuguesa, o visitante poderá se divertir numa piscina de letrinhas; gravar na pele, com a ajuda de um tatuador, palavras e trechos de poemas com henna; e decorar painéis com carimbos.

Música na veia

No palco instalado em frente à exposição A Energia da Língua Portuguesa, a cantora e compositora Adriana Calcanhotto se apresenta na quinta-feira, dia 11, às 22h30, com um repertório que reúne música e poesia brasileira e portuguesa.

No dia seguinte, 12, é o artista português Dino d’Santiago que sobe ao palco, a partir das 23h59. O músico de origem cabo-verdiana foi o maior vencedor, em 2019, do Play - Prêmios da Música Portuguesa, nas categorias Melhor Artista Solo, Melhor Álbum (Mundo Nôbu) e Prêmio da Crítica. O show tem participação do músico angolano Kalaf Epalanga.

No sábado, dia 13, às 14h15, será a vez o rapper Vinicius Terra. O artista, que também é articulador cultural e professor de Português e Literatura, é considerado uma figura singular e pioneira na cultura hip-hop por promover o fortalecimento dos laços entre os países que falam português.

Gastronomia
Na sexta-feira, dia 12, às 12h, o Salão Nobre da Casa de Cultura receberá um showcooking com o chef português Miguel Laffan, vencedor de uma estrela Michelin, e Ana Bueno, chef do restaurante Banana da Terra, de Paraty.

Eles se reúnem para executar aos olhos do público, uma receita retirada de um livro histórico. A ideia é reproduzir as técnicas de sabores da culinária portuguesa de outros séculos. 

Circuito oficial
Na quinta-feira, dia 11, às 20h30, o músico e escritor angolano Kalaf Epalanga será o convidado da Mesa do Museu da Língua Portuguesa no circuito oficial da Flip. O artista ficou conhecido à frente da banda Buraka Som Sistema, expoente do ritmo kuduro. Atualmente, se define como “agitador cultural” e é cofundador do selo musical Enchufada, cronista do jornal português Público e da GQ Portugal, bem como do jornal angolano independente Rede Angola. Kalaf falará sobre sua trajetória musical, a história do kuduro e da kizomba, e fará um retrato da cidade de Benguela, em Angola, e de Lisboa, que o recebeu. A mesa será realizada no Auditório da Matriz.

A renomada escritora e artista plástica Grada Kilomba será a convidada da Mesa EDP no dia 12, sexta-feira, às 19h, também no Auditório da Matriz. Nascida em Portugal e criada em São Tomé e Príncipe (uma das ex-colônias portuguesas na África), Grada falará sobre sua obra relacionada ao racismo, gênero e pós-colonialismo. A autora, que recorre a elementos como leitura e performance cênica para se manifestar, lançará no evento o livro Memórias da Plantação: Episódios do Racismo Cotidiano.

Programação Museu da Língua Portuguesa
O Museu da Língua Portuguesa promove, no dia 12, o primeiro slam internacional Flip. A batalha de poesia falada Flip Slam, parte da programação principal da Flip, vai reunir poetas de seis países. Já no dia 13, o Slam da Língua Portuguesa terá apresentações de artistas brasileiros e microfone aberto para participação do público.

Com curadoria de Roberta Estrela D’Alva, uma das pioneiras do movimento slam no Brasil e uma das consultoras de conteúdo do Museu da Língua Portuguesa (na experiência Falares), o Flip Slam será realizado no Auditório da Praça e recebe os poetas e performers Pieta Poeta (Brasil), Edyoung Lennon (Cabo Verde), Raquel Lima (Portugal), Porsha Olayiwola (EUA), Joelle Taylor (Inglaterra) e Salva Soler (Espanha).Já o Slam da Língua Portuguesa, realizado no pátio da Casa da Cultura de Paraty, recebe poetas da cena do slam e os participantes do slam internacional falantes de Língua Portuguesa para abrir a batalha de poesia falada, que contará com jovens da região de Paraty e inscrições no local para participação do público. A apresentação é de Emerson Alcalde, do Slam da Guilhermina (SP).

A participação do Museu da Língua Portuguesa na 17ª Festa Literária Internacional de Paraty – Flip é iniciativa da Fundação Roberto Marinho e do Governo de São Paulo, com patrocínio da EDP, Grupo Globo e Itaú Cultural.

COMPARTILHE:


Confira também:


Tocantins

Quatro estados pedem ajuda das Forças Armadas para combate a incêndios

Os estados de Roraima, Rondônia, Tocantins e Pará pediram ajuda do Executivo federal para combater incêndios florestais.

Fogo na Amazônia

Presidente autoriza uso das Forças Armadas contra incêndios na Amazônia

O governo não informou o número de militares que poderão ser empregados nas ações de combate aos incêndios.



Escândalo

Aprovada convocação de secretário da Administração e do diretor do Plansaúde

São de autoria da deputada Vanda Monteiro (PSL) mais dois requerimentos aprovados. Ela pede a reforma da ponte entre os municípios de Itaguatins e Maurilândia, além de recursos para a construção do campus da Unitins no município de Augustinópolis.


Turismo

Palestras e discussões marcam II Encontro Internacional de Jornalistas em Salvador

A economia criativa no Turismo foi abordada pelo ex-secretário de Turismo da Bahia, presidente do Instituto Pensar, pesquisador e estudioso, Domingos Leonelli.


Cidadania

Cidadania e Justiça apoia a realização da Semana Nacional da Pessoa com Deficiência Intelectual e Múltipla

Evento conta com programação diversificada até o dia 28 de agosto, promovendo integração com toda comunidade.


Seu Bolso

TIM lança oferta diferenciada para clientes do Tocantins


PPA

Governador Mauro Carlesse abre sétima consulta pública do PPA


Saúde

Hospital Geral de Palmas opera com menor índice de ocupação da história


Gurupi

Em Gurupi, governador Mauro Carlesse prestigia inauguração de Centro Cultural e exposição sobre ex-governador Siqueira Campos


Campo

Secretaria da Agricultura e parceiros realizam o 3° Tecnifruti no Projeto Manuel Alves


Projeto Orelhinha

Tocantins recebe, pela segunda vez, projeto que resgata autoestima de jovens



  Blogs & Colunas



Entre nós

Virgínia Gama


Arquitetura & Design

Riquinelson Luz


Vida Plena

Valquiria Moreira


As Tocantinas

Célio Pedreira