Friday, 20 de September de 2019

VIVER


Estímulo

Fundação Cultural lança edital da Bolsa de Publicações Maximiano da Mata

27 Jan 2009

Com a presenta de escritores e artistas em geral, foi lançado, na manhã desta terça-feira, 27, na Galeria de Arte Mauro Cunha, localizada na sede da Fundação Cultural do Tocantins, a edição 2009 do Edital da Bolsa de Publicações Dr. Maximiniano da Mata Teixeira.

O evento, ciceroniado pelo presidente da instituição, Júlio César Machado, contou também com a presença do deputado federal, Laurez Moreira, da deputada estadual, Josi Nunes, do prefeito de Natividade, Joaquim do Posto e do presidente da ATL - Academia Tocantinense de Letras, Eduardo Silva de Almeida e do gerente de literatura da Fundação Cultural, Osmar Casagrande.

O edital está disponível no sítio www.cultura.to.gov.br, e entre as principais novidades para esta edição, está a inclusão da categoria de não-ficção, onde se beneficia obras autobiograficas, filosoficas, de críticas literárias, de pesquisas e análises históricas, entre outras, sendo mantidas as categorias a já existentes de fiçcão e poesia.

Outra novidade, bem recebida pela classe literária, é o aumento de obras a serem publicadas, sendo que em 2008 foram contempladas duas obras e para este ano, o edital prevê a publicação de quatro obras, sendo uma obra de ficção, uma de poesia e duas de não-ficção.

De acordo com o edital, pode participar do certame escritores e aspirantes a escritores que sejam residentes no Estado a pelo menos dois anos. As inscrições estarão abertas até o dia 27 de março e podem ser feitas na Fundação Cultural do Estado, ou enviadas pelos Correios ao endereço: Quadra 103 Norte, Av. LO 2, Conj. 01, nº 57/59, CEP: 77001-022, Palmas-TO, aos cuidados da Gerência de Literatura. Sendo que a data que constar no carimbo de postagem servirá como comprovante de inscrição no prazo determinado.

O presidente da ATL, Eduardo Almeida, destacou em seu pronunciamento, a atuação da Fundação Cultural do Estado, no empenho e dedicação oferecidos a classe literária do Tocantins. "Ficamos honrados em ver o primeiro edital a ser lançado em 2009 beneficiando a literatura, e só podemos esperar que seja um grande sucesso tanto de qualidade, quanto de obras inscritas", Finalisa.

"Este é apenas o ponta pé inicial da política de editais que estaremos implantando em 2009" ressalta o presidente da Fundação Cultural do Tocantins, Júlio César Macjado, segundo ele, ainda serão lançados, até a primeira quinzena de fevereiro, os editais de seleção de artistas para o projeto BR Arte e Cultura, de uso da Galeria Mauro Cunha e de incentivo as artes cências. "O politica de editais, é a forma mais democrática de se promover a cultura e arte, e é com esse espirito (democrático) que pretedemos arregaçar as mangas e trabalhar em prol da cultura tocantinense", frisa.

 

Bolsa Maximiano     

Criada na Assembléia Legislativa por iniciativa da então Deputada Dolores Nunes, a Bolsa homenageia o Jurista Maximiano da Mata Teixeira, nascido em Natividade, em 15 de agosto de 1910. Advogado, magistrado, jornalista, escritor e professor universitário, foi também um lutador pela criação do Estado do Tocantins.

Na primeira edição, em 1993, a "Bolsa Maximiano da Mata Teixeira" editou, a um só tempo, uma coletânea de poetas tocantinenses ("Poesias do Tocantins") e outra de contistas ("Contos Tocantinenses"). No ano seguinte, realizaria sua segunda edição, selecionando obras de ficção nas áreas de poesia, romance, psicologia, ensaios e crítica literária. Dentre outras obras concorrentes, foram selecionadas duas para publicação: o romance "Mandinga", do renomado escritor tocantinense José Liberato Costa Póvoa, e o "Mercador", do poeta gurupiense Ronaldo Coelho Teixeira.

Na edição de 2008, ano de sua reativação, foram contempladas as obras "O bordado da urtiga", de Gilson Cavalcante e "A morte do Bordado" de José Leandro de Bezerra Júnior (JJ Leandro).

 

Maximiniano da Mata

Pelas colunas do Jornal "O Araguatins" - fundado por ele -, Dr. Maximiano da Mata Teixeira sempre evidenciou as questões mais relevantes do então Norte Goiano e, entre suas obras, salientam-se: "Memorial" - 1940, "Estórias de Goiás" - 1981 e "Outras Estórias" –- 1983. Faleceu em Goiânia-GO, em 06 de agosto de 1984.

COMPARTILHE:


Confira também:


PPA

Governo abre consulta pública do PPA 2020-2023 e reafirma gestão voltada às necessidades da população

O vice-governador Wanderlei Barbosa destacou a relevância do formato de consultas públicas adotado pelo Governo do Estado, em que foram ouvidas milhares de pessoas de todas as regiões do Tocantins.

Pantanal

Em manifesto, 28 entidades alertam para tragédia das queimadas no Pantanal

Entre as ações sugeridas ao poder público, estão a retomada de compromissos firmados em 2018 pelos ministérios do Meio Ambiente dos três países durante o Fórum Mundial da Água, realizado em Brasília.



Operação Ruptura

Polícia Civil deflagra operação ruptura e prende vários criminosos em Araguaína

Operação resultou na prisão de um indivíduo considerado o chefe do tráfico de drogas em Araguaína


Saúde

Hospital Regional de Miracema amplia serviços e realiza cirurgia inédita

A equipe responsável pelo procedimento foi composta pelo médico urologista Danilo Maranhão; o anestesista Paulo Márcio; o médico auxiliar Jobel Egito e as equipes de enfermagem, técnica de enfermagem e limpeza.


Agenda

Em Brasília, parlamentares do Tocantins buscam recursos para obras

Para o Delegado Rérisson as reuniões foram bastante positivas.


Seu Bolso

Energisa prorroga campanha para negociação de dívidas


Premiação

Nota Quente paga R$ 10.935,88 neste sábado, 21


Saúde

Profissionais de saúde alertam sobre cuidados com as altas temperaturas na Capital


Drogas

Polícia Civil prende quatro traficantes e apreende mais de 30kg de maconha em Gurupi


Honraria

Participante de programa do Instituto TIM vence prêmio global da ONU


Agrotóxicos

Assembleia debate uso de agrotóxico em audiência proposta por Zé Roberto Lula



  Blogs & Colunas



Entre nós

Virgínia Gama


Arquitetura & Design

Riquinelson Luz


Vida Plena

Valquiria Moreira


As Tocantinas

Célio Pedreira