Wednesday, 26 de September de 2018

Wednesday, 26 de September de 2018

VIVER


Palmas

Muito sabor na primeira noite do Festival de Chopp Artesanal

10 Aug 2018    23:50    alterado em 11/08 às 23:50
Muito sabor na primeira noite do Festival de Chopp Artesanal

Com a presença de cervejarias de Santa Catarina, Rio Grande do Sul e, claro, do Tocantins, a primeira noite do Festival de Chopp Artesanal do Tocantins levou mais de 1400 pessoas a provarem da bebida que já conquistou o Brasil.

Com um custo de R$ 10 a caneca e com mais de 30 torneiras com diversos tipos de chope, o festival promete movimentar a área externa do Capim Dourado Shopping até o próximo domingo, 12. Vanessa Hulse, organizadora do evento, contou que há três anos estudava a possibilidade de trazer o festival para Palmas, e que a primeira noite mostrou que foi uma boa ideia. “Dá pra ver que Palmas tem um nicho cervejeiro muito forte. A primeira noite surpreendeu em público e nós [do sul] estamos aproveitando a oportunidade para também trocar informações e conhecimento com os cervejeiros daqui”, pontou Vanessa.

O servidor público Vag-Lan Borges revelou que já participou de diversos festivais pelo País e pelo mundo, e afirmou que o 1º Festival de Chopp Artesanal  do Tocantins não deixou a desejar. “O festival está excelente, principalmente pela diversidade de bebidas apresentadas. Inclusive, o nosso chope é muito bom. Provei do novo sabor e a experiência tem sido ótima”, declarou Vag-Lan.

COMPARTILHE:

O que você achou da notícia?

41

PARABÉNS!
PARABÉNS!

29

BOM
BOM

17

AMEI!
AMEI!

14

KKKK
KKKK

27

ENGRAÇADO
ENGRAÇADO

38

Ñ GOSTEI
Ñ GOSTEI

35

CREDO!
CREDO!

Leia por assunto:

Capim Dourado Palmas Interação Educação

Comentários

comments powered by Disqus


Confira também:


Irregularidades

Vistoria realizada pelo MPE constata irregularidades em obra da Feira da 307 Norte

Outro problema detectado foi a falta de vigilância para evitar a ação de vândalos durante o período de obra.

Câncer de Pele

TOCANTINS registrou 1703 casos de câncer de pele

Já o câncer de pele do tipo não-melanoma é o de maior incidência na população, porém de mais baixa mortalidade. Comum em pessoas com mais de 40 anos, é raro em crianças e negros, com exceção daqueles já portadores de doenças cutâneas anteriores.




  Blogs & Colunas


TiViNaLili

Lili Bezerra


Entre nós

Virgínia Gama


Arquitetura & Design

Riquinelson Luz


Vida Plena

Valquiria Moreira


As Tocantinas

Célio Pedreira