Saturday, 07 de December de 2019

VIVER


Serviço

Oficina de teatro gratuita está com inscrições abertas em Palmas

01 Aug 2019

Para trabalhar conceitos de conscientização corporal,  desenvolvimento da sensibilidade baseada nas noções de ritmo, harmonia e jogo cênico, além da utilização do espaço e suas possibilidades de transformação através da presença física e vocal dos atores e da manipulação de materiais simbólicos essenciais, entre outros exercícios, a atriz Fernanda Haucke ministra em Palmas nos dias 1º, 02 e 03 de agosto, uma oficina de criação teatral. A iniciativa irá ocorrer na Sala de Dança do NILA, no Espaço Cultural José Gomes Sobrinho, das 09h às 14h.

O laboratório faz parte das atividades do espetáculo “Guerrilheiras ou para a Terra não há Desaparecidos”, que fará turnê no Tocantins, com apresentações nas cidades de Palmas (02 e 03 de agosto), Araguaína (06 de agosto) e Xambioá (08 de agosto).
 
A oficina busca oferecer um material prático com intuito de indicar caminhos para a pesquisa e criação teatral com foco no ator/narrador. A ideia é que os elementos possam ser úteis para nortear os processos criativos de artistas e grupos de teatro de Palmas. A oficina tem como público alvo artistas ou estudantes de teatro com experiência no fazer teatral.

Através desta oficina, Fernanda Haucke divide sua pesquisa, experiências e seus conhecimentos adquiridos em mais de 30 anos como atriz de teatro de grupo da cidade de São Paulo e do processo de criação do espetáculo “Guerrilheiras ou para a Terra não há Desaparecidos”. Ela ainda propõe uma organização básica para que cada um possa dar continuidade às suas investigações e criações teatrais.

Ao todos estão sendo oferecidas 20 vagas e as inscrições podem ser feitas gratuitamente pelo link.

O espetáculo
A história de doze mulheres que lutaram e morreram em um dos mais importantes e violentos conflitos armados da ditadura civil militar brasileira, a Guerrilha do Araguaia é contada no espetáculo ‘Guerrilheiras ou para a terra não há desaparecidos’. A atração será apresentada em Palmas, nos dias 02 e 03 de agosto, no Theatro Fernanda Montenegro, em Araguaína, no 06 de agosto no Espaço Cultural Artpalco e em Xambioá, no Anfiteatro do centro, no dia 08. Na Capital, além das sessões, será oferecida uma oficina para atores, atrizes, estudantes de teatro.

 O espetáculo é a primeira etapa do Projeto Margens, sobre rios, buiúnas e vagalumes. O projeto de pesquisa, idealizado, pela atriz e pesquisadora Gabriela Carneiro da Cunha, é uma série de trabalhos em artes integradas criadas a partir do testemunho de rios brasileiros que vivem uma experiência de catástrofe desde a perspectiva do próprio rio.

A Guerrilha do Araguaia ocorrida entre os estados do Pará e Tocantins, na Floresta Amazônica, entre abril de 1972 e janeiro de 1975, reuniu cerca de 70 pessoas, entre elas 17 mulheres, que saíram de diversas cidades do país para participar do movimento que pretendia derrubar a ditadura e tomar o poder cercando a cidade pelo campo.

Por meio de um diálogo entre a ficção e o documentário, ‘Guerrilheiras ou Para a Terra não há desaparecidos’ é um poema cênico criado a partir da história dessas mulheres, a partir das luta e memórias do que elas viveram e deixaram naquela região.

A peça também busca iluminar esse importante episódio da história do país ainda tão sombrio. “Certas coisas devem ser feitas: manter a chama acesa,relembrar e iluminar a história das lutas e dos lutadores, com todas as contradições que cada luta carrega”, destaca a diretora Georgette Fadel.

Apoio

A circulação do espetáculo é viabilizada pela Petrobras, por meio do Programa Petrobras Distribuidora de Cultura pelos estados do Pará e Tocantins, além das apresentações em Goiânia e Brasília.
 
O programa é uma seleção pública que tem como objetivo contemplar projetos de circulação de espetáculos teatrais não inéditos, em parceria do Ministério da Cultura. No último edital foram investidos R$15 milhões. Ao todo, foram escolhidos 57 espetáculos, representantes de todas as regiões do País, com apresentações em todos os estados.

SERVIÇO:
O que: Oficina para atores, atrizes, estudantes de teatro
Quando: 01, 02 e 03 de agosto
Onde: Sala de Dança do NILA - Espaço Cultural José Gomes Sobrinho
Horário: 9h às 14h
Inscrições: Gratuitas

O que: ‘Guerrilheiras ou para a terra não há desaparecidos’
Quando:02 e 03 de Agosto
Onde: Theatro Fernanda Montenegro
Ingresso: R$ 20,00 (inteira)
Horário: 20h

O que: ‘Guerrilheiras ou para a terra não há desaparecidos’
Quando: 06 de Agosto
Onde: Espaço Cultural Artpalco - Araguaína
Ingresso: Gratuito
Horário: 20h30

O que: ‘Guerrilheiras ou para a terra não há desaparecidos’
Quando: 08 de agosto
Onde: Anfiteatro/ Alameda Thiago Dias  - Centro
Ingresso: Gratuito
Horário: 20h

COMPARTILHE:


Confira também:


Economia

Governo do Estado quer qualificar operações logísticas de empresa referência mundial em tecnologia instalada no Tocantins

Estudos realizados pelo Centro de Desenvolvimento e Pesquisa da Corteva no Estado trazem mais produtividade ao agronegócio brasileiro

Meio Ambiente

Governo do Tocantins participa do maior evento de Mudanças Climáticas do mundo

O vice-governador Wanderlei Barbosa representará o Tocantins na Conferência das Partes da Convenção Quadro das Nações Unidas para Mudanças Climáticas, a COP 25



Câmara

Damaso integra comissão especial que irá debater PEC da 2ª instância

A Constituição estabelece que ninguém será considerado culpado até o trânsito em julgado de sentença penal condenatória. Atualmente, o trânsito em julgado ocorre depois do julgamento de recursos aos tribunais superiores


CGE

Controladoria e parceiros realizam evento em alusão ao Dia Internacional Contra a Corrupção nesta segunda, 9

Programação contará com premiação de vencedora da rede estadual do Concurso de Desenho e Redação da CGU sobre o mesmo tema.


Carlesse

Carlesse participa da troca de comando no Corpo de Bombeiros e destaca importância de uma mulher assumir o 1º Batalhão

Tenente-coronel Andreya de Fátima Bueno é a primeira mulher a assumir o posto de comando de batalhão no Estado


Palmas

Arte leva esperança e tranquilidade aos pacientes do HGP


Infraestrutura

Governo realiza recuperação de pontos críticos da TO-239 entre Itacajá e Itapiratins


Região central

Polícia Civil conclui investigações sobre estupro de vulnerável em Miranorte


Solidariedade

Governo atende mais de 30 aldeias indígenas no Tocantins com o Criança Feliz


Capital por um dia

Governador anuncia implantação de Colégio Cívico-Militar em Miracema


"Salve Maria"

Modelo do aplicativo “Salve Maria” poderá ser implantando no TO



  Blogs & Colunas



Entre nós

Virgínia Gama


Arquitetura & Design

Riquinelson Luz


Vida Plena

Valquiria Moreira


As Tocantinas

Célio Pedreira