Monday, 24 de February de 2020

JUSTIÇA


Suspeito por tráfico de drogas é preso pela Polícia Civil em Paraíso

28 Jan 2020
Suspeito por tráfico de drogas é preso pela Polícia Civil em Paraíso Ação policial foi realizada por policiais civis e militares em Paraíso

Uma ação conjunta realizada pelas polícias Civil e Militar na noite da última quinta-feira, 23, em Paraíso do Tocantins, resultou na prisão de um homem de 31 anos, suspeito pela prática do crime de tráfico de drogas.

De acordo com o delegado José Lucas Melo, titular da 63ª  Delegacia de Polícia Civil de Paraíso e responsável pelo caso, a ação foi deflagrada para coibir a prática de ilícitos na cidade. Durante a operação, os policiais realizaram no setor Vila Regina a abordagem do suspeito, um velho conhecido da Polícia, que no momento estava de posse de porções de crack.

Ainda segundo o delegado José Lucas, o indivíduo estava em liberdade há poucos dias em virtude do recebimento de um benefício judicial, pois cumpria pena por outros crimes. Diante dos fatos, o homem foi conduzido à Central de Atendimento da Polícia Civil onde foi autuado por tráfico de drogas. Após a realização dos procedimentos legais cabíveis, o indivíduo foi recolhido à Casa de Prisão Provisória de Paraíso, onde permanecerá à disposição do Poder Judiciário.

 A ação também contou com apoio da Divisão Estadual de Investigações Criminais (DEIC), núcleo de Paraíso.

COMPARTILHE:


Confira também:


É festa!!!

Turismo durante o carnaval deve movimentar R$ 8 bi na economia

Pelo menos 36 milhões de brasileiros devem curtir a festa

Palmas

Programação do ‘Carnaval do Amor’ resgata memória afetiva com clássicos do forró

Participação especial e última atração da noite, a dupla ‘Alex e Matielo’ que além de levar ao público o sertanejo universitário, estilo carro-chefe de trabalho, eles também diversificaram seu repertório com o samba, brega funk e o forró.




  Blogs & Colunas



Entre nós

Virgínia Gama


Arquitetura & Design

Riquinelson Luz


Vida Plena

Valquiria Moreira


As Tocantinas

Célio Pedreira